São Paulo se revolta com arbitragem e Petros faz insinuação: ‘Já joguei lá’

Os jogadores do São Paulo deixaram o estádio do Morumbi reclamando muito da arbitragem no empate por 1 a 1 com o Corinthians, neste domingo (24), no Morumbi, pela 25º rodada do Campeonato Brasileiro. Autor do gol do Tricolor no confronto, o volante Petros disse que houveram erros capitais que determinaram o resultado do Majestoso. O principal deles, segundo ele, uma possível falta de Rodriguinho em Júnior Tavares no gol de Clayson.

“Daria tudo para conseguir essa vitória. Resultado injusto. Dominamos por completo o Corinthians, poucas vezes vi uma superioridade tão grande, e olha que somos time de zona de rebaixamento. Se tem 50 lances como esse, são 50 faltas. Mas já joguei lá”, afirmou o jogador que defendeu o Timão em 2015.

“O que quero dizer é que é falta. Ele deu falta igual do Pratto na área. Tem que apitar, aqui é o São Paulo. Não quero dar recado para ninguém. Não é vacilo, é falta, tem que apitar. Não tem que reclamar para apitar, tem que apitar”, completou.

Lucas Pratto e Balbuena - São Paulo x Corinthians - 24/09/2017

(Foto: © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O zagueiro Rodrigo Caio, por sua vez, questionou a marcação de falta em Cássio no gol anulado de Éder Militão.

No gol do Pratto, ele fica parado e é acertado pelo Cássio. Onde tem falta? É sempre assim. Resultado injusto”, disse.

Com o resultado, o São Paulo deixa momentaneamente a zona de rebaixamento, mas ainda pode voltar dependendo dos outros resultados da rodada.