São Paulo se apresentará sem reforço, mas com novidades; veja quais

Fellipe Lucena
LANCE!
Fernando Diniz e Pato durante treino: São Paulo volta à rotina nesta quarta (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
Fernando Diniz e Pato durante treino: São Paulo volta à rotina nesta quarta (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)


O São Paulo dará início à sua pré-temporada para 2020 nesta quarta-feira, às 10h, no CT da Barra Funda. Após o almoço, o grupo parte para Cotia, onde ficará concentrado por alguns dias em preparação para a estreia no Paulistão, dia 22, contra o Água Santa, no Morumbi, às 21h30.

O clube não contratou nenhum reforço para esta temporada até agora. As principais movimentações da diretoria no mercado foram para manter atletas que já estavam no elenco, algo que já era esperado há pelo menos seis meses - quando investiu para contratar Daniel Alves, por exemplo, o São Paulo sabia que ficaria sem poder financeiro nesta janela.

O goleiro Tiago Volpi e o lateral-direito Igor Vinícius, que estavam emprestados até o fim de 2019, foram comprados pelo Tricolor. O mesmo vale para o atacante Vitor Bueno, cujo contrato de empréstimo terminaria apenas no fim de 2020, mas que também já foi adquirido em definitivo. Nesta negociação, o atacante Raniel foi para o Santos também em definitivo e abriu um espaço na posição.

As caras "novas" da reapresentação, na verdade, são conhecidas pela torcida: o meia Shaylon, que volta do Bahia, e o atacante Brenner, que estava no Fluminense, devem ser ao menos observados por Fernando Diniz. O volante Araruna, que atuou por empréstimo no Fortaleza, e o atacante Tréllez, que estava no Inter, têm futuro incerto até o momento.

Os meias Everton Felipe, que retorna do Athletico-PR, e Jonatan Gómez, que estava no CSA, além do atacante Paulinho Boia, que atuou por empréstimo no São Bento, dificilmente serão aproveitados. O clube procura novos destinos para eles.

Outra cara relativamente nova que deve aparecer no CT da Barra Funda nesta manhã é a de Diego, zagueiro e volante que estourou a idade do sub-20 e será promovido ao elenco principal. O goleiro Thiago Couto e o meia Gabriel Sara, que já vinham trabalhando na equipe de cima, são outros que não podem mais atuar na base e ficarão no grupo. O lateral-direito Caio Felipe está em situação semelhante, mas deve ser emprestado após renovar contrato.

O zagueiro Walce, o meia Igor Gomes e o atacante Antony não estarão presentes na pré-temporada são-paulina por que foram chamados por André Jardine para o Torneio Pré-Olímpico da Colômbia. Se a Seleção Brasileira disputar o quadrangular final, eles ficarão fora das cinco rodadas iniciais do Paulistão - Walce e Antony ainda têm chances de serem negociados.

O São Paulo também fez mudanças na comissão técnica, que já começou a trabalhar nessa terça-feira. Marcos Vizolli, que estava no comando da equipe sub-19, agora é auxiliar fixo do profissional. Luis Fernando de Barros, fisiologista que fez longo e elogiado trabalho no Santos, foi contratado para chefiar a área de saúde ao lado dos médicos José Sanchez e Tadeu Moreno.

O excesso de lesões de 2019 fez a diretoria trocar peças na comissão técnica e prometer mudanças físicas na estrutura do CT. Quatro profissionais saíram: o coordenador científico Altamiro Bottino, os preparadores físicos Henrique Martins e Wellington Valquer e o fisiologista Marco Aurélio Melo.

Por falar em lesões, a tendência é de que apenas um atleta inicie o ano no Reffis: o atacante Joao Rojas, que se recupera de cirurgia no joelho e não voltará a jogar antes de abril. Everton, que teve uma lesão no joelho no fim da temporada passada, espera fazer a pré-temporada com os colegas.














Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também