São Paulo quer evitar “gols bobos” para aliviar pressão sobre defesa

Terceiro time mais vazado no Campeonato Paulista, o São Paulo quer evitar sofrer “gols bobos” para aliviar a pressão sobre a zaga, que vem sendo alvo de críticas de imprensa e torcida neste início de temporada. A primeira oportunidade para elevar o moral dos defensores será o confronto com o Santo André, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi.

“Claro que a gente está tomando gols evitáveis. São gols bobos, podem ser evitados. Vamos trabalhar para isso”, analisou o capitão e zagueiro Maicon, desfalque para este domingo em função de uma lesão no tornozelo.

Em seguida, porém, Maicon minimiza as estatísticas, que mostram que o São Paulo tem a terceira defesa mais vazada após seis rodadas do Estadual, com 13 gols, só melhor que as de Linense (17) e Novorizontino (15).

“Temos que ressaltar a vitória. Mesmo quando o São Paulo ganha a gente fala ‘mas toma gol’. Não. O importante é a vitória, os três pontos, a classificação”, ressaltou. Como disse o capitão tricolor, o time do Morumbi vai bem no Paulista, ocupando a liderança do Grupo B, com 11 pontos, além de ter o melhor ataque da competição, com 17 tentos.

“Nossa equipe vive de resultados, não adianta nada não sofrer gols e não ganhar os jogos. Isso é o mais importante. Não tem problema nenhum sofrer alguns gols. Claro que a gente fica um pouco chateado, mas os resultados estão vindo”, reforçou.

“Não tem que arrumar problema na defesa, problema na lateral, problema no meio de campo…A equipe está ganhando, isso é o que importa”, desabafou Maicon, que deve ser substituído por Breno neste domingo.