São Paulo quer apelar para ligação sentimental com Falcão para ter reforços do Santos


Segundo o LANCE! apurou, o São Paulo quer marcar uma reunião com Paulo Roberto Falcão, ex-volante do clube e atual coordenador de futebol do Santos, para buscar uma resposta final e tentar uma troca que levará dois jogadores do Peixe para o estádio do Morumbi.

Saiba quais são os jogadores com mais gols pela Seleção Brasileira em Copas do Mundo

Veja tabela da Copa do Mundo e simule os próximos jogos

O São Paulo tem interesses em dois nomes do Santos. Um deles é o goleiro John. No último ano, o clube tentou trazer o defensor para o Morumbi com uma proposta de contratação em definitivo, que foi recusada. Agora, novamente, tenta uma investida.

Outro nome que entrou na mira do Tricolor foi o do lateral-esquerdo Lucas Pires, este por sua vez viria como um empréstimo de um ano. A lateral-esquerda é uma das posições que estão mais em urgência para contratações por conta da saída de Reinaldo.

Por falta de dinheiro, a ideia do São Paulo é apresentar uma lista com três nomes para uma troca. No caso, essa lista engloba: Liziero, Nikão e Luan. Conforme o L! também apurou com fontes ligadas ao Morumbi, de forma exclusiva, a intenção é apresentar este acordo para Falcão de forma presencial.

Quanto as estas trocas, Nikão seria em definitivo e Luan por empréstimo. No caso de Liziero, seria praticamente uma aquisição em definitivo também porque seu contrato com Tricolor acaba em abril de 2023.

Ainda segundo o L! levantou com pessoas ligadas com a gestão Julio Casares, está será a última tentativa do São Paulo de encaminhar um acerto e finalizar estas transferências. E como o Falcão entra nesta história? O Tricolor conta com o histórico de bom relacionamento que mantém com o ex-atleta, que ficou conhecido como o ‘Rei de Roma’.

Chegada de Paulo Roberto Falcão ao São Paulo

Falcão foi visto como ídolo do clube da capital italiana nos anos 80. Em 1985, o São Paulo surpreender quando conseguiu trazer um dos principais nomes da época.

Entretanto, o desempenho não foi como o esperado. Falcão estreou no dia 26 de setembro daquele ano, em um amistoso contra o Internacional. Acontece que neste meio tempo, atuou somente quinze jogos com a camisa do Tricolor, marcando apenas um gol. Aos 31 anos, teve o São Paulo como sua última equipe profissional.

De acordo com dados do ‘Anotações Tricolores’, chegou a atuar pela Seleção Brasileira em 1986, mas encerrou sua carreira, de fato, no Morumbi. O único título com o Tricolor Paulista foi o Campeonato Paulista de 1985.

Sua chegada ao São Paulo, na época, foi até mesmo reconhecida como uma ‘ação de marketing’. Isso porque Falcão não foi contratado de fato pelo clube, mas alugou por US$ 500 mil (R$ 2,6 milhões na cotação atual), um passe de uma subsidiária da MPM, uma agência de publicidade que viveu seus ‘anos de ouro’ entre 1970 e 1980. Foram vendidas seis cotas de patrocínio para o ex-volante.

Falcão chegou a atuar como técnico do Sport, Bahia, América do México, seleção japonesa e do Internacional.

Paulo Roberto Falcão jogava com elegância e de cabeça erguida
Paulo Roberto Falcão jogava com elegância e de cabeça erguida

(Foto: JEFFERSON BERNARDES / AFP)

Intenções do São Paulo com Falcão

O novo coordenador de futebol do Santos foi diagnosticado com Covid-19 na última semana, e inclusive, sua apresentação foi postergada. A esperança do São Paulo é, assim que ele estiver recuperado, agilizar e marcar este encontro quanto antes. Sendo esta, a última cartada em seguir adiante com esta troca de Luan, Nikão e Liziero por Lucas Pires e John - nas condições citadas anteriormente.

A intenção, por sua vez, é apelar pela identificação sentimental de Falcão e do clube - que foi seu último como profissional.