São Paulo quebra recorde histórico no Morumbi, apesar de queda acentuada de público

Jogadores comemoram gol contra o Dragão, com arquibancadas ao fundo (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)


O São Paulo conseguiu. Na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, na quinta-feira (27), o clube atingiu o recorde histórico de público em uma temporada no Morumbi. Ao todo neste ano, 1,2 milhão de pessoas passaram pelas arquibancadas da casa tricolor. A marca anterior era de 1,194 milhão de torcedores, em 1980.


+ Confira as notas aos jogadores do São Paulo na vitória sobre o Atlético-GO dadas pela equipe do L!

E o recorde vem em um período de queda acentuada de torcedores no Morumbi. Após a derrota na final da Copa Sul-Americana, o público vem 'se divorciando' do São Paulo, mesmo com as chances altas de classificação para a próxima Copa Libertadores.

Na última quinta, por exemplo, apenas 17.598 torcedores se dispuseram a ir ao Morumbi acompanhar o jogo. Foi o sétimo pior público do ano.

Também foi estabelecido um novo recorde de média de público, já que, mesmo se os dois últimos jogos no Morumbi ficarem
completamente vazios, o estádio terá recebido 31.641 pessoas por partida em 2022, o que representa mais do que os 31 293 que testemunharam, em média, cada compromisso do time ali em 1979. Neste momento, a média está em 33.399 pessoas.

Após a vitória sobre o Dragão, o técnico Rogério Ceni falou sobre a baixa presença de público desde a final da Sul-Americana.

- Acho que há dez anos, o São Paulo tem dívida com seu torcedor. Não é uma coisa de agora. Poderíamos ter pagado uma parcela com um título (da Sul-Americana). Mas não conseguimos. O torcedor tem razão de estar ressentido. Ele queria a conquistas, ele compareceu e incentivou. Ele quer ter orgulho, fazer o filho vestir a camisa.

- Sabemos do ressentimento e da tristeza, e de como fica essa cicatriz de não termos entregado parte do que a gente deve com títulos. Mas o torcedor precisa estar com a gente. Na semifinal da Sul-Americana contra o Atlético-GO, tinha 53 mil. Hoje tinha 17 mil. Fazia muito tempo que não via o Morumbi com tanta gente em tantos jogos. Nós não conseguimos entregar a conquista, entendo esse ressentimento, mas precisamos caminhar, não podemos parar.

> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!