São Paulo poupa jogadores para partida no Chile

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O São Paulo enfrenta o Everton, do Chile, nesta quinta-feira (5), a partir das 19h15 (de Brasília), no estádio Sausalito, em Viña del Mar (Chile), pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O clube tricolor lidera o Grupo D, com nove pontos, enquanto o Everton vem em segundo, com quatro. Se ganhar o jogo desta quinta-feira, o time paulista já pode se classificar para as oitavas do campeonato -contando também com um tropeço do Ayacucho perante o Jorge Wilstermann, nesta quinta-feira.

A delegação são-paulina desembarcou no Chile na madrugada desta quarta-feira (4). O técnico Rogério Ceni decidiu poupar alguns jogadores, pensando na disputa contra o Fortaleza, no domingo (8), pelo Campeonato Brasileiro. Entre os nomes que ficaram no Brasil estão o lateral-direito Rafinha e o centroavante argentino Calleri, maior goleador da temporada no time paulista -desempenho que vem causando preocupações no São Paulo.

O 13º gol de Jonathan Calleri na temporada ajudou o clube tricolor a vencer o Santos, no Morumbi, por 2 a 1, na segunda-feira (2), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Mas depender apenas do atacante argentino para conseguir balançar as redes é algo que a comissão técnica de Rogério Ceni vem quebrando a cabeça para mudar.

Os números deixam claro a dependência de Calleri. Enquanto o argentino tem 13 gols na temporada, os próximos da lista, Luciano e Reinaldo, aparecem apenas com quatro cada. Mesmo quando não é o camisa 9 que marca, o jeito que o gol é construído é parecido: mais da metade dos gols do time tricolor neste ano surgem de cruzamentos em direção à área.

O estilo de jogo, muito forte no Morumbi, com oito vitórias consecutivas, se mostrou pouco efeito longe de casa. Na final do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras, e na segunda rodada do Brasileiro, diante do Flamengo, o São Paulo sofreu para conseguir variar o repertório e saiu de campo com duas derrotas difíceis de digerir.

Em entrevista depois da vitória sobre o Santos, o auxiliar Charles Hembert, que substituiu o suspenso Rogério Ceni, afirmou que encontrar variações de jogo é um dos objetivos atuais do São Paulo. Para isso, a comissão técnica tem apostado mais na escalação de jogadores com características de atuarem mais com a bola nos pés, como Nikão e Patrick, que foi titular na segunda-feira.

"A gente está tentando deixar o time um pouco mais físico, com jogadores que tenham mais controle de bola, como Nikão, como Patrick. Depois de alguns jogos, como a final do Paulistão, o começo do Brasileiro, tentamos deixar o time um pouquinho mais prendendo a bola. O Patrick faz parte dessa dinâmica para tentar sempre melhorar o time", explicou o auxiliar.

"Tentamos com jogadores como Eder, Nikão ter mais tabelas, ter um time mais técnico pelo meio para tentar puxadas com Igor Gomes, com Nestor. Tentamos sempre diversificar as maneiras de fazer o gol para ser um time sempre menos previsível possível e ter mais atributos a nosso favor", prosseguiu Hembert.

Por mais que o desejo seja de criar alternativas, o São Paulo não pretende abrir mão de sua jogada mais efetiva. Para o clássico contra o Santos, Charles Hembert afirmou que a comissão técnica definiu com os jogadores uma estratégia para que os cruzamentos chegassem de maneira que ajudasse a Calleri.

"A nossa principal orientação em relação a isso era para que os cruzamentos não caíssem no Maicon, porque o Maicon é um ótimo cabeceador, que cabeceia melhor que o Velázquez. E o Patrick teve a qualidade para efetuar esse cruzamento por cima do Maicon, que caiu para o Calleri, para ele fazer o gol."

Além dos jogadores poupados, Rogério Ceni não poderá contar com o atacante Nikão, o meia Gabriel Sara e o goleiro Tiago Volpi, que se recuperam de lesões. Em compensação, o time foi ao Chile com novidades -os jovens Léo Silva e Luiz Henrique foram relacionados pela primeira vez. Uma provável escalação inicial do São Paulo tem: Jandrei (Thiago Couto), Igor Vinicius, Miranda, Léo e Reinaldo; Luan, Talles, Gabriel Neves e Patrick; Rigoni e Luciano.

O Everton, por sua vez, entra em campo buscando sua segunda vitória na Sul-Americana, e ciente da importância da partida para manter vivas as esperanças de avançar às oitavas. Uma provável escalação do técnico Francisco Menengini tem: De Paul, Cristopher Medina, Alex Ibacache e Julior Barroso; Álvaro Madrid; César Valenzuela, Rodrigo Echeverría, Benjamín Berríos e Diego Oyarzun; Juan Cuevas e Lucas di Yorio.

Estádio: Sausalito, em Viña del Mar (Chile)

Horário: Às 19h15 (de Brasília) desta quinta-feira (5)

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)

Transmissão: Conmebol TV

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos