São Paulo pode ter dupla de zaga inédita em clássico contra o Santos

Gabriel Santos
·2 minuto de leitura


O São Paulo pode ter uma dupla de zaga inédita contra o Santos, no próximo domingo (10), às 16h, no Morumbi. Diego Costa e Arboleda têm chances de de serem titulares juntos pela primeira vez, já que o titular Bruno Alves está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

São Paulo segue favorito, Inter melhora suas chances: as contas atualizadas para título, G6 e rebaixamento no Brasileirão

A defesa titular do São Paulo vem sendo formada costumeiramente por Bruno Alves e Arboleda. Os dois haviam perdido espaço após uma sequência de resultados ruins, mas voltaram ao time e recuperaram a confiança do técnico Fernando Diniz, que viu a equipe crescer com o retorno da dupla.

VEJA A TABELA E SIMULE OS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

Formado em Cotia, Diego Costa passou a ganhar chances depois da vitória contra o Sport, fora de casa, por 1 a 0, em agosto, fazendo dupla com Léo, lateral-esquerdo de origem. Nesta temporada, o jogador de 21 anos disputou 28 jogos, com dois gols marcados, um no empate contra o Ceará por 1 a 1, pelo Brasileirão e outro na derrota por 2 a 1 para o River Plate, pela Libertadores.

Já Arboleda chegou ao São Paulo em 2017 e alterna altos e baixos na equipe. Muitas vezes preterido por Fernando Diniz, ficou um tempo no banco por questões técnicas e polêmicas fora dos gramados. Nesta temporada, fez 31 jogos, com três gols marcados. Ficou no banco na derrota contra o Red Bull Bragantino, por 4 a 2, na última quarta-feira, por questões musculares.

A única vez que os dois atuaram juntos foi no empate por 2 a 2 contra o Fortaleza, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, Diniz colocou o equatoriano na vaga de Igor Gomes aos 47 minutos da segunda etapa, e o time acabou sofrendo o empate no último lance da partida.

Após o treinamento de sexta-feira, no CT da Barra Funda, Diniz montou a equipe titular para enfrentar o Santos. Léo também tem chances de ser o titular da zaga do Tricolor, mas deve ser preterido.