São Paulo perde para o Internacional, vê Libertadores mais distante e aprofunda crise no Morumbi

Maurício comemora o gol que selou a instauração de vez da crise no Morumbi (Foto: Divulgação / Internacional)


Se o objetivo do São Paulo era se classificar para a próxima edição da Copa Libertadores, a meta deverá ser revista. Em meio a uma crise relacionamento do técnico Rogério Ceni com o elenco, o clube foi presa fácil para o Internacional e perde por 1 a 0 em pleno Morumbi, nesta terça-feira (8), na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.


+ ATUAÇÕES: Nestor tira chance de 'redenção' de Igor Gomes em noite ruim do São Paulo

O jogo era muito esperado para ver a postura de Ceni após o vazamento de uma discussão que o comandante tricolor teve com o meia Patrick nos vestiários do Maracanã após a derrota por 3 a 1 para o Fluminense, no sábado (5).

O clima ruim se confirmou em campo. Patrick foi para o banco de reservas. E apático, o São Paulo pouco produziu em campo. E saiu de campo vaiado e ofendido pela torcida.

Melhor para o Colorado, que não tem nada a ver com a história, marcou seu gol com Maurício logo aos 20 minutos de partida e depois fez o suficiente para administrar as coisas e manter a vantagem, respeitando os mandantes.

Há três jogos sem vencer nesta reta final de Brasileirão, o Tricolor depende de um milagre para conseguir seu objetivo. Segue estagnado com 51 pontos, temporariamente na nona colocação. E mais do que nunca precisa vencer na última rodada e torcer por uma combinação de resultados para conseguir o que se desenhará um milagre. Isso se os rivais diretos não vencerem ainda nesta rodada, o que encerraria de vez as chances tricolores.

Com a vitória, o Inter chegou aos 70 pontos e praticamente assegurou a vice-colocação da competição nacional.

O JOGO

Se o jogo ainda começou morno, com os times se estudando, aos poucos, contudo, o Inter ia avançando e mostrando uma superioridade em relação ao mandante tricolor. Isso se efetivou aos 14', quando Alemão driblou Ferraresi, invadiu a área pela esquerda e chutou com perigo, por cima do travessão de Felipe Alves

Era um prenúncio do que aconteceria depois. Aos 20', a superioridade colorada em campo deu frutos. Alan Patrick tocou para Pedro Henrique na entrada da área e, de primeira, ele abriu para Mauricio, que finalizou cruzado para abrir o placar.

O gol não fez com que o Inter abaixasse o ritmo. Pelo contrário. Expôs os problemas defensivos do Tricolor e proporcionou ainda mais espaço para que os visitantes trabalhassem. Mesmo assim, contudo, o São Paulo aparecia esporadicamente.

Aos 26', a melhor oportunidade para o Tricolor. Calleri recebeu bola açucarada na área, girou em cima da marcação e por pouco não fez um belo gol de calcanhar para empatar. A zaga salvou a jogada. Três minutos depois, foi a vez de Pablo Maia receber na entrada da área e arriscar a finalização, para Keiller desviar para escanteio.

Aos 35', o Inter voltou a aparecer com perigo. Alemão deu lindo passe para Pedro Henrique na cara do gol. O atacante finalizou com força e Felipe Alves conseguiu defender.

O São Paulo voltou a mostrar reação aos 37', quando Reinaldo recebeu passe de Calleri e arriscou o chute de primeira, para fora.

> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

TRICOLOR NADA PRODUZ PARA REVERTER E TORCIDA SE IRRITA

Na volta do intervalo, Ceni resolveu mexer. Colocou Patrick, o novo desafeto, em campo e resolveu colocar o Tricolor mais ofensivo em campo. O resultado até que veio. Aos 7', Calleri escapou pela direita, cruzou com força e Keiller espalmou nos pés de Igor Gomes. O meia ajeitou e acertou o chute no ângulo. Mas o VAR apontou um empurrão de Nestor sobre Moledo na jogada e anulou o lance.

A esperança do são-paulino de que o lance poderia motivar a equipe a buscar algo além virou água em pouco tempo. A apatia prevaleceu.

Depois de Renê cobrar escanteio fechado de quase fazer gol olímpico para os visitantes gaúchos, aos 23', Patrick, que entrara no intervalo, respondeu do outro lado, desviando com perigo uma cobrança de escanteio de Nestor.

Aos 29', mais uma oportunidade para o Tricolor. Igor Gomes recebeu bom passe na direita e deu rasteiro nos pés de Nestor. O meia chutou com força, mas a bola desviou na marcação e ficou fácil para Keiller.

Dez minutos depois, o Inter quase ampliou com Thauan Lara, que chutou forte de longe e obrigou boa aparição de Felipe Alves. Nos acréscimos, Taison chegou a marcar, mas o lance foi anulado por impedimento. Já era tarde. E o Tricolor deixou o campo sob vaias e ofensas dos torcedores.

PRÓXIMOS JOGOS

São Paulo e Internacional encerram sua participação no atual Campeonato Brasileiro no próximo domingo (13), às 16h (de Brasília). Os paulistas encaram o Goiás, fora de casa. Os gaúchos, o Palmeiras, no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 x 1 INTERNACIONAL
37ª rodada do Campeonato Brasileiro


Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data e hora: 8/11/2022 (terça-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) [Fifa]
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) [Fifa]
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN) [Fifa]
Público e renda: 19.692/ R$ 851.853,00

Cartões amarelos: Luizão, Patrick, André Anderson e Rodrigo Nestor (São Paulo); Rodrigo Moledo, Alemão, Vitão e Alan Patrick (Inter)
Cartões vermelhos: -

GOL: Maurício aos 21min do 1ºT (0-1)

SÃO PAULO
Felipe Alves; Ferraresi, Luizão (Patrick, intervalo) e Leo; Marcos Guilherme (Bustos 39/2), Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Igor Gomes (Talles Costa 39/2) e Reinaldo (Welington, intervalo); Luciano (André Anderson 34/2) e Calleri
Técnico: Rogério Ceni

INTERNACIONAL
Keiller; Bustos, Vitão, Rodrigo Moledo e Renê; Johnny (Matheus Dias, 14/2), Carlos de Pena, Mauricio (Taison 27/2) e Alan Patrick (Thauan Lara, 14/2); Pedro Henrique (Wanderson 21/2) e Alemão (Braian Romero, 27/2)
Técnico: Mano Menezes