São Paulo para no segundo tempo e chega a quatro jogos sem vitória

Bruno Grossi

O São Paulo enfrenta seu momento mais instável desde a chegada de Rogério Ceni para comandar a equipe. Nesta quarta-feira, pela décima rodada do Campeonato Paulista, o Tricolor visitou o Botafogo em Ribeirão Preto e, com dois tempos completamente distintos, chegou ao quarto jogo sem vitória: 1 a 1 no estádio Santa Cruz.

As impressões iniciais foram boas, ainda mais com o parâmetro dos tropeços contra Palmeiras, ABC e Ituano. A intensidade estava presente, com arrancadas e marcação adiantada, e só não se transformou em mais gols por causa do travessão em chute de Luiz Araújo, do gramado irregular e do rodízio de faltas dos donos da casa.

Para abrir o placar, o garoto Júnior mais uma vez mostrou talento e chegou à terceira assistência no ano. Quem agradeceu foi Gilberto, agora empatado com Cueva na artilharia do time com sete gols. Uma vantagem justa, mas que precisou de apenas oito minutos de segundo tempo para ser perdida graças à falta de ímpeto na volta do intervalo.

O Botafogo voltou aceso, com marcação mais alta. E foi assim que Wellington Nem perdeu a bola, Francis arrancou pelo meio sem ser incomodado por João Schmidt e serviu Kauê. O garoto, emprestado pelo Palmeiras, mostrou frieza bateu cruzado diante de Renan Ribeiro, que pouco trabalhou durante todo o jogo.

Com o empate, o São Paulo foi a 16 pontos, dois à frente do vice-líder Linense no Grupo B e cinco do Red Bull Brasil, que visita o Corinthians nesta quinta-feira. Uma vitória do Tricolor e um tropeço dos campineiros, por exemplo, garantiriam a classificação às quartas de final, mas agora Ceni e seus comandados terão mais dois jogos para definir seus caminhos. O Botinha tem 13 pontos e está na segunda posição do Grupo A.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 1 X 1 SÃO PAULO


Local: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data/Hora: 22/03, às 21h45
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Fabricio Porfirio de Moura e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo.
Cartões amarelos: Serginho, Bileu e Fernando Medeiros (BOT); Bruno e Araruna (SPO)
Público/Renda: 12.388 pagantes / R$ 577.345
Gols: Gilberto, aos 20'/1T (0-1); Kauê, aos 8'/2T (1-1)

BOTAFOGO: Neneca; Samuel Santos, Filipe, Gualberto e Diego Pituca; Bileu (Fernando Medeiros, aos 31'/2T), Marcão Silva, Vitinho (Bernardo, aos 39'/2T) e Serginho (Kauê, intervalo); Francis e Marcão. Técnico: Moacir Júnior.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno (Lucas Fernandes, aos 12'/2T), Lucão, Lugano e Júnior Tavares; João Schmidt, Araruna e Thiago Mendes; Luiz Araújo, Wellington Nem (Jucilei, aos 32'/2T) e Gilberto (Chavez, aos 17'/2T). Técnico: Rogério Ceni.






















E MAIS: