São Paulo obedece acordo prévio e compra jogador questionado pela torcida

Nathália Almeida
90min

Contratado pelo ​São Paulo via empréstimo em agosto do ano passado, Everton Felipe realizou apenas dez partidas com a camisa tricolor desde que chegou ao novo clube. Apesar disso, o meia-atacante conseguiu bater as modestas metas estipuladas em contrato firmado entre Tricolor Paulista e Sport, seu ex-clube, levando o São Paulo à obrigação de adquirir seus direitos econômicos.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​De acordo com o ​UOL Esportes, as metas estipuladas em contrato presumiam estar à disposição da comissão técnica do Tricolor Paulista, não necessariamente atuar, em uma determinada quantidade de partidas até o dia 31 de janeiro de 2019. Pelo fato do atleta ter atingido esta marca, o São Paulo precisou arcar com R$ 3 milhões para adquiri-lo em definitivo, mesmo valor que já havia sido pago ao Sport pelo empréstimo, em agosto.


Com a transação sacramentada pela obrigatoriedade contratual, o Tricolor Paulista passou a deter 40% dos direitos econômicos do jovem meia-atacante, que ainda não anotou gols ou assistências vestindo a camisa são-paulina. Seu novo vínculo no Morumbi será válido até meados de 2022

​​

Leia também