São Paulo não acha alternativa para desfalques em nova derrota no Brasileiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
BELO HORIZONTE, MG, 13.06.2021: ATLÉTICO-MG-SÃO PAULO - Partida entre Atlético-MG e São Paulo, válida pelo Campeonato Brasileiro 2021, realizada no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), neste domingo (13). (Foto: Allan Calisto/Agência F8/Folhapress)
BELO HORIZONTE, MG, 13.06.2021: ATLÉTICO-MG-SÃO PAULO - Partida entre Atlético-MG e São Paulo, válida pelo Campeonato Brasileiro 2021, realizada no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), neste domingo (13). (Foto: Allan Calisto/Agência F8/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo chegou ao seu oitavo jogo sem vencer fora de casa. Neste domingo (13), no Mineirão, o time de Hernán Crespo perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0, com gol de Jair na primeira etapa, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe tricolor chegou para a partida com seis desfalques. O mais sentido foi, e tem sido nos últimos jogos, o do meia argentino Benítez.

O jogador se machucou ainda na primeira partida da final do Campeonato Paulista, e a expectativa é que ele volte a ter condições de jogo nos próximos dias.

Sem Benítez, o São Paulo enfrenta dificuldade para criar jogadas perigosas no ataque. Os meias Liziero, Rodrigo Nestor, Gabriel Sara e Emiliano Rigoni não ocupam o centro do ataque como faz o colega machucado, nem conseguem prender tanto a bola à frente como ele.

A ausência de Luan, lesionado, também foi sentida no gol sofrido para o Atlético-MG. O volante tem mais poder defensivo no meio de campo que seu substituto, Rodrigo Nestor, e foi justamente nesse setor que nasceu a jogada atleticana, em uma arrancada de Hulk.

A lista de desfalques do time de Crespo aumentou neste domingo. O zagueiro Miranda, pilar defensivo do esquema tático, sentiu dores ainda no primeiro tempo da partida contra o Atlético-MG e precisou ser substituído.

A lesão ainda obrigou Crespo a abrir mão do esquema com três zagueiros e usar uma linha de quatro defensiva, mas que não resolveu os problemas do time. No segundo tempo, ele ainda tentou mudar para duas linhas de três no meio e no ataque. Não deu certo.

No período de oito jogos sem vencer fora de casa, são cinco empates e agora três derrotas.

O São Paulo tem apenas 1 ponto no Brasileiro, oriundo do empate contra o Fluminense na estreia, e nenhum gol marcado nas duas derrotas (na última rodada caiu diante do Atlético-GO por 2 a 0). Volta a campo contra a Chapecoense, no Morumbi, às 19h de quarta-feira (16).

A próxima partida do Atlético-MG será contra o Internacional, no mesmo dia e horário, fora de casa. O time de Cuca chegou a 6 pontos: venceu também o Sport e perdeu para o Fortaleza.

ATLÉTICO-MG

Everson; Guga (Mariano), Igor Rabello, Réver e Guilherme Arana; Allan, Jair (Nathan) e Nacho Fernández; Hyoran (Marrony), Keno (Echaporã) e Hulk. Técnico: Cuca.

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda (Igor Vinícius) e Léo; Rigoni, Rodrigo Nestor (Igor Gomes), Lizieiro, Gabriel Sara (Galeano) e Reinaldo; Luciano (Eder) e Pablo (Rojas). Técnico: Hernán Crespo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 X 0 SÃO PAULO

Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 13 de junho de 2021, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Michael Stanislau (RS) Daniel Nobre Bins (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartão amarelo: Bruno Alves (SAO)

Gols: Jair, do Atlético-MG, aos 16 minutos do primeiro tempo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos