São Paulo fica no empate com o Botafogo e completa 12 jogos sofrendo gols

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Desfalcado, o São Paulo ficou no empate com o Botafogo por 1 a 1, nesta quarta-feira (22), no estádio Santa Cruz. Sem os selecionáveis Buffarini, Lucas Pratto e Cueva e os vetados pelo departamento médico Cícero, Rodrigo Caio, Maicon e Sidão, o técnico Rogério Ceni contou com o oportunismo de Gilberto para marcar o primeiro. Depois, viu o adversário reagir e igualar o placar. Desta maneira, o São Paulo completou a sequência de 12 jogos sofrendo gols.

Com o resultado, o time viu a sua situação ficar um pouco mais complicada no Campeonato Paulista. Apesar de permanecer na liderança do Grupo B, com 16 pontos - apenas dois à frente do Linense -, o São Paulo tem duas rodadas para garantir a sua classificação para as quartas de final.

Terceiro colocado na tabela, o Red Bull enfrenta o Corinthians nesta quinta-feira e, em caso de vitória, passará a ter 14 pontos e entrará, de vez, na briga pela classificação.

Na rodada seguinte, o time de Rogério Ceni disputa o justamente o clássico com alvinegro, no domingo (26), no Morumbi. O treinador ainda não poderá contar com Lucas Pratto, Buffarini e Cueva, que representam seus países nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

O JOGO

Rogério Ceni promoveu algumas alterações na escalação da equipe. Com desfalques por conta das Eliminatórias para a Copa do Mundo e das lesões, o treinador escalou pela primeira vez nesta temporada Lucão entre os titulares. Já no meio de campo, Araruna ganhou a oportunidade. "Nesta semana, tivemos mais tempo do que na outra, em que enfrentamos o ABC de Natal na quarta, pela Copa do Brasil, e jogamos no sábado [com o Ituano, pelo Paulista]. Achei que o time desta maneira teria mais energia", avaliou Ceni.

O São Paulo não demorou para impor o seu ritmo no jogo. Logo nos primeiros instantes da partida, o time da capital criou as melhores oportunidades. Por pouco, Luiz Araújo não abriu o placar aos 5 minutos. Na ocasião, João Schmidt aproveitou a saída errada do adversário e serviu o atacante, que chutou no travessão de Neneca.

Gilberto está em alta. Substituto do badalado Lucas Pratto (que serve à seleção argentina), o centroavante deixou a sua marca mais uma vez. Aos 20 minutos do primeiro tempo, Júnior Tavares cruzou da esquerda, na medida, para Gilberto, que mandou de cabeça para o fundo das redes. Foi o sétimo gol do jogador, que é o artilheiro do time na temporada, ao lado de Cueva, e um dos goleadores da competição.

Com a vantagem no placar, o São Paulo diminuiu o seu ritmo. No segundo tempo, o técnico do Botafogo, Moacir Júnior, mexeu a equipe para dar mais força ao ataque ao tirar Serginho e colocar Kauê. A alteração deu o resultado esperado. Aos oito minutos, Vitinho ganhou a bola de Wellington Nem, tocou para Francis, que deu a assistência para Kauê. Livre, o jogador que entrou no segundo tempo, só teve o trabalho de mandar para o gol de Renan Ribeiro.

Natural de Ribeirão Preto, Renan Ribeiro disputou a sua segunda partida neste ano. No primeiro tempo, ele praticamente viu o jogo de camarote, pois o Botafogo quase nada criou. Na etapa final, o adversário passou a pressionar mais. No gol de Kauê, Renan Ribeiro nada pôde fazer. No restante da partida, ele fez o necessário.

Não é por acaso que o sistema defensivo é a principal preocupação do São Paulo neste início de temporada. A equipe completou nesta quarta-feira a sua 12ª partida sofrendo gols. Neste Campeonato Paulista, os adversários marcaram em todos os jogos, sendo 19 gols em dez confrontos no torneio.

BOTAFOGO

Neneca; Samuel Santos, Gualberto, Felipe e Serginho (Kauê); Marcão Silva, Bileu (Fernando Medeiros), Diego Pituca e Vitinho (Bernardo); Marcão e Francis. T.: Moacir Júnior.

SÃO PAULO

Renan Ribeiro; Bruno (Lucas Fernandes), Lucão, Lugano e Júnior Tavares; João Schmidt, Araruna e Thiago Mendes; Luiz Araujo, Wellington Nem (Jucilei) e Gilberto (Chávez). T.: Rogério Ceni.

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Cartões amarelos: Serginho, Bileu, Fernando Medeiros (Botafogo); Bruno, Araruna (São Paulo)

Gols: Gilberto aos 20 do 1º tempo; Kauê aos 8 do 2º tempo