São Paulo de Fernando Diniz foi o time que mais cometeu 'erros capitais' nas últimas rodadas do Brasileirão

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

A queda do “Dinizismo”? O São Paulo de Fernando Diniz é notadamente reconhecido por ser um time que sai do campo de defesa trocando passes e (quase) nunca rifa a bola. E essa filosofia deu certo por um bom tempo. Contudo, nas últimas cinco rodadas (da 27ª a 31ª) do Campeonato Brasileiro, o Tricolor pagou caro por optar pela manutenção da bola ao “chutão”.

Isto porque, de acordo com dados do SofaScore (via Gazeta Esportiva), o clube paulista foi o que mais cometeu erros capitais – falhas que geraram gols dos adversários – neste espaço de tempo no Brasileirão. Em média, o Tricolor cometeu uma falha deste tipo a cada 90 minutos nessas cinco jornadas – Fluminense, Red Bull Bragantino, Santos, Athletico-PR e Internacional.

Com erros capitais e queda de desempenho, o São Paulo perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro e agora vai precisar correr atrás. | Alexandre Schneider/Getty Images
Com erros capitais e queda de desempenho, o São Paulo perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro e agora vai precisar correr atrás. | Alexandre Schneider/Getty Images

Com base no levantamento, o único erro capital do São Paulo que não gerou um resultado negativo foi contra o Fluminense, na 27ª rodada da liga nacional, quando venceu por 2 a 1. Na partida, o jovem meio-campista Gabriel Sara tocou para o veterano Fred, que, oportunista e agradecido, marcou para o Tricolor das Laranjeiras.

Posteriormente, contra o Red Bull Bragantino, Dani Alves e Diego Costa erraram e ‘deram’ dois dos quatro gols da Massa Bruta contra o São Paulo. O clube do Morumbi saiu derrotado por 4 a 2. E o clima começou a mudar na capital paulista.

Já no último domingo, contra o Athletico-PR, Gabriel Sara errou novamente e proporcionou um contra-ataque sensacional para o Furacão, que não desperdiçou. O jogo acabou 1 a 1.

Por fim, na partida contra o Internacional, o São Paulo viu Vitor Bueno errar um passe e entregar a bola para o adversário fazer o 3 a 1 e abrir a porteira do Morumbi. O duelo acabou 5 a 1 para o Colorado – maior derrota da história do Tricolor em casa.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.