São Paulo faz últimos ajustes e espera anunciar Crespo em breve

LANCE!
·2 minuto de leitura


O São Paulo já encaminhou acordo verbal com Hernán Crespo e, agora, trabalha para acertar os detalhes na contratação de seu novo treinador, que ainda depende de algumas burocracias e da assinatura, para que seja feito o anúncio. As informações são do Globo Esporte.


Veja a situação do São Paulo na tabela do Campeonato Brasileiro!

O São Paulo age cautelosamente por dois motivos: Crespo está na mira da seleção do Chile e do Santos e também pelo jogo desta quarta-feira (10), contra o Ceará, às 21h, no Morumbi.

O Tricolor espera fechar um contrato de dois anos com Crespo. Segundo o Globoesporte, na negociação, ficou acertado que o argentino contará com mais cinco profissionais na sua comissão técnica: o auxiliar Juan Branda, o preparador de goleiros Gustavo Nepote, os preparadores físicos Alejandro Kohan e Gustavo Satto, além do analista Tobías Kohan.

Os três candidatos escolhidos pela diretoria do São Paulo foram: Hernán Crespo, Pedro Martins e Miguel Angel Ramírez. A conclusão do clube é de que Crespo é a melhor opção para o momento.


Quanto às outras opções, o português Pedro Martins possui vínculo com o Olympiakos e pretende seguir na Europa, uma vez que vive bom momento na Grécia e tem contrato até maio, tempo que o São Paulo, que espera já ter o novo treinador nas últimas rodadas do Brasileirão, em fevereiro, não quis esperar.

Já Miguel Angel Ramírez causaria uma disputa nacional, pois o treinador tem acerto com o Internacional. Caso pretendesse contratar o espanhol, o tricolor precisaria aguardar o fim do Brasileirão para ver o que de fato aconteceria. Assim, Crespo, que está livre no mercado desde a saída do Defensa y Justicia, é tido como uma opção melhor.

Outro fator citado nos bastidores do clube, que coloca Crespo em vantagem perante Miguel Angel Ramirez é a maturidade. O ex-atleta argentino tem 45 anos de idade, enquanto Ramírez tem apenas 36.

O São Paulo vê semelhanças nos conceitos de Hernán Crespo e Fernando Diniz, como a saída de bola construída, porém com a transição mais rápida, fazendo com que o time corra menos riscos. A pressão exercida sob os adversários no campo de ataque também é uma das semelhanças vislumbradas pela diretoria tricolor.

Dessa forma, a expectativa é de que Crespo aproveite parte do processo construído por Fernando Diniz, com um time mais propositivo. O grande desejo da diretoria é que o São Paulo tenha mais espírito de competição.

Na partida desta quarta-feira (10), o São Paulo terá o interino Marcos Vizolli no comando da equipe contra o Ceará. Faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão, o clube ainda vai discutir se, caso o contrato seja assinado, o argentino assumirá a equipe imediatamente, pois entende que o processo de mudança de país pode não ser muito rápido.