São Paulo estuda meios para ter reforços em 2023 visando permanência de Ceni

Ferreirinha teve um 2022 repleto de lesões (Divulgação/Assessoria de Imprensa)


Apesar dos problemas financeiros e de estar devendo premiações e direitos de imagem ao elenco atual, a diretoria do São Paulo abriu uma frente para estudar uma forma viável para contratação de reforços visando a temporada 2023.


+ Confira a avaliação dos jogadores do São Paulo na vitória contra o América pela equipe do LANCE!

Segundo o LANCE! apurou, a aproximação com o mercado tem como finalidade também, essencialmente, animar o técnico Rogério Ceni para que ele permaneça no comando da equipe. Por hora, os cartolas são-paulinos não trabalham com outro nome para a função, apesar do ex-goleiro ter deixado em aberta a sua sequência para a próxima temporada até agora. São pelo menos dois nomes na mira para serem contratados.

Um dos nomes levantados pela reportagem com quem a diretoria vem negociando é o do atacante Ferreirinha. Velocista, como gostaria Ceni, o jogador quase trocou o Grêmio, onde foi revelado e com quem mantém contrato até 2024, pelo futebol estadunidense no fim da última temporada, mas o negócio melou.

O L! levantou que a operação são-paulina para convencer o Grêmio a liberar Ferreirinha é complexa. Em uma primeira sondagem, o valor estipulado é de 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 60,8 milhões).

Fontes da cúpula tricolor revelaram que a oferta rascunhada é por 50% dos direitos do jogador e envolveria o repasse por empréstimo e em definitivo de três atletas com vínculo com o clube do Morumbi para abater o valor. O São Paulo tem sinal verde por parte do estafe do atacante no que se refere ao interesse em defender a equipe.

Um nome quase certo envolvido na negociação é o do zagueiro Bruno Alves. Com contrato com o Tricolor até o fim de 2023, ele está emprestado aos gaúchos neste ano.

O Tricolor paulista atravessa uma crise grave nos bastidores após a perda da final da Copa Sul-Americana. A Independente, principal organizada do clube, cobra os jogadores e promete uma série de protestos.

Esperando o repasse da parte que tem direito pelas vendas de suas revelações entre clubes europeus, como Antony, o São Paulo tem em Ferreirinha o seu único alvo enquanto o calendário para 2023 não está definido. O Tricolor só pode se classificar para a próxima Copa Libertadores, objetivo máximo do ano, por meio do Campeonato Brasileiro. Atualmente está na décima colocação, com 40 pontos, a apenas dois da zona de classificação para o torneio. O próximo jogo, às 16h (de Brasília) de domingo (9), será diante do Botafogo, um confronto direto para o clube paulista.

> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!