São Paulo envia e-mail ao chefe de arbitragem da CBF com reclamações à arbitragem no jogo contra o Cuiabá

·2 minuto de leitura


O São Paulo enviou um e-mail ao chefe da comissão de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, com uma reclamação referente à arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro no empate com o Cuiabá, na última quarta-feira (23), pela sexta rodada do Brasileirão, segundo informações do Globo Esporte.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

De acordo com o noticiado pelo Globo Esporte, a diretoria do Tricolor destacou duas jogadas nas quais acredita que o árbitro errou. O primeiro lance destacado é a falta que originou o gol de empate do Cuiabá, e o segundo momento é uma entrada dura sofrida por Gabriel Sara, a qual o juiz sequer assinalou falta.

No lance da falta que deu origem ao primeiro gol da equipe visitante, feita por Welington, aos 20 minutos do primeiro tempo, a reclamação começou dentro de campo, entre os atletas. Do ponto de vista do São Paulo, o lance não foi faltoso, e muito menos um lance para cartão amarelo.

Mesmo com os protestos do lateral esquerdo diante do árbitro e do assistente, a falta foi marcada, e, após sua cobrança, a zaga do Tricolor falhou, fazendo a bola sobrar para o volante Rafael Gava, que acertou um belo chute no ângulo de Tiago Volpi.

O lance mais polêmico da partida, porém, foi aos 37 minutos, quando Gabriel Sara recebeu a bola na lateral e recebeu uma entrada forte em seu tornozelo esquerdo. O árbitro não marcou a falta, o que gerou muita insatisfação entre os jogadores e a comissão técnica do Tricolor.

A força da entrada foi tamanha que o meia não conseguiu continuar em campo, sendo substituído por Joao Rojas. Gabriel Sara foi encaminhado diretamente ao vestiário do Morumbi, apoiado nos médicos do clube, sem conseguir colocar o pé no chão.

O São Paulo anexou fotos da perna esquerda de Gabriel Sara no e-mail enviado a Leonardo Gaciba, a fim de mostrar quão forte foi a entrada recebida, que fez com que o jogador precisasse de muletas para deixar o estádio.

O presidente do clube, Julio Casares, já havia se pronunciado publicamente sobre um erro de arbitragem na quarta rodada do campeonato, na partida contra a Chapecoense. A reclamação do presidente foi referente à expulsão equivocada do volante Rodrigo Nestor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos