São Paulo enfrenta o Juventude na Arena Barueri, onde tem bom histórico

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SÃO PAULO-SP, BRASIL, 05-03-2021 - SÃO PAULO X CORINTHIANS - Tecnico do São Paulo, Rogério Ceni na Partida entre São x Corinthians pelo campeonato Paulista no estádio Morumbi.   (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO-SP, BRASIL, 05-03-2021 - SÃO PAULO X CORINTHIANS - Tecnico do São Paulo, Rogério Ceni na Partida entre São x Corinthians pelo campeonato Paulista no estádio Morumbi. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O São Paulo volta ao local onde ocorreu um dos momentos mais marcantes da história recente do clube. Em 27 de março de 2011, Rogério Ceni marcou na Arena Barueri o 100º gol de sua carreira, em cobrança de falta na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, pelo Campeonato Paulista. Pouco mais de 11 anos depois, o ex-goleiro agora retorna ao estádio como treinador e com a missão de classificar o clube tricolor às oitavas de final da Copa do Brasil.

O duelo contra o Juventude, que acontecerá nesta quinta-feira (12), às 19h30 (de Brasília), estava inicialmente marcado para acontecer no Morumbi, mas o São Paulo pediu para que fosse levado para a Arena Barueri. O estádio são-paulino recebeu na terça (10) o show da banda Metallica, o que dificultaria a preparação para a partida.

A marca atingida por Rogério Ceni na Arena Barueri está destacada no próprio Morumbi. O clube usa feitos históricos nos portões que dão acessos às arquibancadas e o gol 100 é detalhado no portão 11, por ter acontecido em 2011.

Naquela tarde, Rogério Ceni cobrou falta no ângulo direito de Júlio César, que se esticou, mas não conseguiu impedir o gol histórico. Em comemoração ao feito, duas camisas comemorativas foram confeccionadas à época: uma vermelha, em alusão ao primeiro gol do Mito, em 1997, e uma dourada, semelhante à utilizada contra o Corinthians.

O gol sobre um dos maiores rivais é a parte principal da história de sucesso do São Paulo com a Arena Barueri. O time profissional atuou 21 vezes no estádio, com 14 vitórias, três empates e quatro derrotas. Em 2017, a equipe tricolor mandou um jogo no local contra o XV de Piracicaba pela Copa Paulista, mas utilizou uma equipe sub-20 no empate por 1 a 1. Ainda assim, o duelo conta nos registros oficiais do clube, no que seria o 22º jogo em Barueri.

O retrospecto positivo será importante para o São Paulo. A equipe do agora técnico Rogério Ceni precisa da vitória para avançar para a próxima fase da Copa do Brasil, visto que o primeiro triunfo terminou em 2 a 2. Um novo empate levará o jogo para as penalidades.

Nesta quinta, Ceni não poderá contar com o meia Andrés Colorado, que se recupera de uma lesão muscular no reto femoral direito. Assim, um provável São Paulo tem: Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Léo e Welington; Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Alisson; Luciano e Calleri.

Já o Juventude deve ir a campo com: César; Rodrigo Soares, Vitor Mendes (Paulo Miranda), Rafael Forster, William Matheus (Busanello); Yuri, Jadson e Darlan; Chico, Paulinho Moccelin (Guilherme Parede) e Isidro Pitta.

Estádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Horário: 19h30

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Transmissão: Amazon Prime Video

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos