São Paulo encara Palmeiras na final do Paulistão buscando encerrar jejum

·2 minuto de leitura


Neste domingo (23), às 16h, o São Paulo recebe o Palmeiras no Morumbi, para a partida de volta da final do Campeonato Paulista. O primeiro jogo, disputado no Allianz Parque, terminou em 0 a 0 e, agora, o Tricolor terá mais noventa minutos para tentar se sagrar campeão.

Para o São Paulo, o jogo tem um peso muito especial. Se o time ganhar a partida, encerrará um jejum de mais de oito anos sem vencer um título. A última vez que a equipe levantou uma taça foi em 2012, quando ganhou a Copa Sul-Americana.

De olho em sair da fila, o Tricolor encara o Paulistão como prioridade desde a primeira partida.

Quando chegou ao São Paulo, o treinador Hernán Crespo afirmou que levaria o estadual com seriedade e que não faria testes na competição, em respeito ao torneio e ao Tricolor.

Querendo ser campeão e sair da fila, o São Paulo foi absoluto durante toda a campanha do estadual. Na fase de grupos, o time conquistou 27 pontos em 12 partidas, vencendo oito jogos, empatando três e perdendo apenas um, contra o Novorizontino fora de casa.

Na fase de mata-mata da competição o time também teve rendimento incrível, vencendo a Ferroviária por 4 a 2, nas quartas de final e o Mirassol por 4 a 0 na semifinal.

O Tricolor foi, também, o melhor ataque do campeonato, com 36 gols marcados em apenas 15 jogos. A equipe marcou três ou mais gols em sete partidas ao longo do torneio.

Para a segunda partida da final, porém, o São Paulo pode ter o desfalque de dois de seus jogadores mais importantes na temporada. São eles Martín Benítez e Daniel Alves.

O primeiro já está de fora da final. O meia saiu lesionado do primeiro jogo, no intervalo. Após exames, foi diagnosticado um estiramento no músculo adutor da coxa, deixando-o de fora da decisão.

Daniel, porém, ainda é dúvida para o jogo. O camisa 10 também se machucou na primeira partida contra o Palmeiras e chegou a sair de campo ainda no primeiro tempo. Ele passou por exames que detectaram lesão no joelho, mas ainda não é possível afirmar que ele ficará de fora.

O time, porém, conta com a volta de Luciano e Eder, recuperados de lesões. O camisa 11 já estava recuperado desde o fim de semana anterior, mas foi cortado pouco antes da primeira partida da final por dores musculares.

Assim, o time de Hernán Crespo deve entrar com a seguinte escalação: Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius (Daniel Alves), Luan, Liziero, Gabriel Sara e Reinaldo; Luciano e Pablo.

A bola rola a partir das 16h no Estádio do Morumbi e caso o jogo termine em empate, o título será decidido nos pênaltis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos