São Paulo empata com o Ceará e continua sem vencer no Campeonato Brasileiro

·5 minuto de leitura


O São Paulo empatou contra o Ceará por 1 a 1 no Castelão, na noite deste domingo (27), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro e segue sem vencer na competição. O gol do Vozão foi marcado por Jorginho, ainda na primeira etapa. No segundo tempo, Gabriel Dias, contra, empatou.

GALERIA
Arthur na mira de gigante francês, Arsenal terá desmanche, e Palmeiras renova com medalhões… O fim de semana do Mercado!

Agora, os dois times voltam a campo no meio de semana pelo Campeonato Brasileiro. O São Paulo tem o clássico contra o Corinthians, na quarta-feira (30), às 21h30, na Neo Química Arena, enquanto o Ceará pega o Red Bull Bragantino, na quinta-feira (1), às 16h, em Bragança Paulista.

VEJA A TABELA E SIMULE OS RESULTADOS DO BRASILEIRÃO

JOGO COMEÇA CADENCIADO NO CASTELÃO
A partida iniciou com as duas equipes se respeitando e poucas chances de gol. A primeira chegada foi do Ceará, com Mendoza, que invadiu a área, mas foi travado pela zaga do São Paulo. Aos nove minutos, Eder caiu na área e o Tricolor pediu pênalti, não assinalado pelo árbitro.

SÃO PAULO CHEGA COM PERIGO E RICHARD SALVA O CEARÁ
Os minutos seguiram e o São Paulo chegava no ataque com mais facilidade do que o Ceará. Aos 19 minutos, a primeira grande chance para o Tricolor. Depois de levantamento para a área, Welington bateu e a bola sobrou para Eder, que chutou de primeira. Chute saiu mascado, e Richard conseguiu fazer a defesa

CEARÁ APROVEITA BOBEIRA DA ZAGA E ABRE O PLACAR
Com o São Paulo tendo mais controle da partida, mas não aproveitando as chances, o Ceará foi pra cima e abriu o marcador aos 22 minutos. Saulo Mineiro recebeu dentro da área e tentou duas vezes, mas Volpi evitou as duas finalizações. Na sequência, Marlon bateu de fora da área, Volpi espalmou e Jorginho aproveitou a sobra na área para fazer o gol.

JOGO FICA MORNO ATÉ O INTERVALO
Depois do gol do Ceará, o jogo ficou sem muitas emoções. O São Paulo tentava atacar, mas errava no último passe, principalmente com as ausências de Benítez e Rigoni, ambos no banco de reservas.

Já o Vozão ficava mais na parte defensiva, sem levar perigo ao gol de Volpi e apostando nos contra-ataques. Fim de primeiro tempo equilibrado, mas com o Ceará na frente do marcador.

SEGUNDO TEMPO INICIA COM EMPATE DO SÃO PAULO
Na volta após o intervalo, a equipe do São Paulo buscou mais o ataque e logo empatou o jogo aos seis minutos. Eder ajeitou para Vitor Bueno, que tentou a finalização, mas Messias travou. Eder pegou a sobra, finalizou, Richard defendeu, mas a bola bateu em Gabriel Dias e entrou.

Na sequência, aos 11, Rodrigo Nestor fez o cruzamento e quase encontrou Vitor Bueno. A bola ainda quase foi alcançada por Eder, mas a bola foi pela linha de fundo.

JOGO FICA SONOLENTO E BRIGADO NO MEIO-CAMPO
​O jogo passava e ambas as equipes não conseguiam mais chegar com perigo na meta do adversário. A bola ficava muito presa no meio-campo e o jogo picotado por diversas faltas. O técnico Juan Branda tentou mudar a configuração do São Paulo, colocando Benítez e Rigoni.

As equipes chegaram com perigo na metade do segundo tempo. Jorginho acionou Charles dentro da área, mas o volante não conseguiu o domínio e foi desarmado por Reinaldo. Na sequência, Benítez cruzou para Bruno Alves, que furou dentro da área e perdeu ótima chance para o São Paulo.

VOLPI SALVA O SÃO PAULO E PABLO QUASE MARCA PARA O TRICOLOR
Aos 29 minutos, boa chegada do Ceará. Saulo Mineiro invadiu a área, bateu de canhota rasteiro e Volpi se esticou todo para espalmar, cedendo o escanteio.

Com 36 minutos, foi a vez do São Paulo chegar com perigo. Em passe rápido de Benítez para Welington, que achou Pablo dentro da área. O centroavante arrematou de canhota e a bola passou perto da trave de Richard.

PARTIDA FICA ABERTA NO FINAL E CEARÁ PERDE CHANCE INCRÍVEL
O jogo ficou lá e cá nos minutos finais. O Ceará chegou duas vezes com perigo com o atacante Mendoza. Na primeira, aos 40 minutos, o camisa dez tentou três vezes a finalização, mas parou no bloqueio da defesa são-paulina.

Já aos 43, após tabela, Kelvyn deu grande passe para Mendoza, que, de frente com Tiago Volpi, chutou por cima do gol do São Paulo. Enorme chance perdida pelos mandantes. O Ceará continuou em cima. Três minutos depois, Jael arriscou de fora e a bola passou com perigo ao lado da meta de Volpi.

Fim de jogo no Castelão e segue a seca de vitórias do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

CEARÁ 1 X 1 SÃO PAULO
​Local:
Estádio do Castelão
Data e horário: 27 de junho de 2021, às 20h30
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Gols: Jorginho (22'/1ºT) (1-0), Gabriel Dias (contra) (06'/2ºT) (1-1)
Cartões amarelos: Jorginho, Saulo Mineiro, Gabriel Lacerda, Jael (CEA), Hernanes, Reinaldo, Eder, Welington (SAO)
Cartões vermelhos:

CEARÁ
Richard; Gabriel Dias (Buiú, aos 13'/2ºT), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Marlon (Charles, aos 13'/2ºT) e Fernando Sobral; Lima (Vina, aos 13'/2ºT), Jorginho (Kelvyn, aos 37'/2ºT) e Mendoza; Saulo Mineiro (Jael, aos 31'/2ºT). Técnico: Guto Ferreira

SÃO PAULO
Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Daniel Alves, Nestor (Rigoni, aos 19'/2ºT), Liziero, Igor Gomes (Luan, aos 27'/2ºT), Welington e Vitor Bueno (Pablo, aos 27'/2ºT); Eder (Benítez, aos 16'/2ºT). Técnico: Juan Branda

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos