São Paulo e Inter duelam pela liderança no Morumbi

MARCOS GUEDES
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com apenas um ponto conquistado nas últimas três partidas, o São Paulo viu se derreter a vantagem confortável que havia construído na liderança do Campeonato Brasileiro. A competição agora está embolada com seis candidatos reais ao título, que se enfrentam em uma rodada importante na definição da competição. O Tricolor encara o Internacional nesta quarta-feira (20), às 21h30, no Morumbi, em um confronto dos dois primeiros colocados. Com 57 pontos, o Tricolor é seguido de perto pelo Internacional, que soma 56. Atlético-MG (53), Flamengo (52), Palmeiras (51) e Grêmio (50) estão um pouco atrás, mas cada um deles tem um jogo a menos do que os dois primeiros colocados e poderá subir um degrau quando cumprir o compromisso que deve na tabela. Diante desse cenário de equilíbrio na tábua de classificação, tornou-se enorme a relevância da 31ª rodada do Nacional. Entre quarta (20) e quinta-feira (21), o São Paulo medirá forças com o Internacional, o Grêmio terá um confronto com o Atlético-MG e o Flamengo duelará com o Palmeiras. No Morumbi, às 21h30 de quarta, ocorrerá o embate entre líder e vice-líder. Depois de ser eliminada da Copa do Brasil pelo Grêmio, sofrer derrotas duras para Red Bull Bragantino e Santos e empatar com o Athletico-PR, a equipe do técnico Fernando Diniz procura dar um sinal de força. O comandante procurou minimizar a pressão em torno de seus atletas no confronto com o Colorado pela primeira posição. "Decisão têm sido todos os jogos do campeonato. Você vai somando pontos para poder ser campeão. É assim que encaramos desde o início, é assim que vamos encarar agora também. Não vai terminar o campeonato na quarta-feira, qualquer que seja o resultado", disse o técnico tricolor. Diferentemente do líder do Nacional, o clube gaúcho vem de uma boa sequência na competição. Apesar de também lidar com constantes baixas por lesão --casos atuais do artilheiro Thiago Galhardo e de Boschilia--, o Inter não perdeu o ritmo. Foi sem eles que a equipe fez 4 a 2 no Fortaleza, no último final de semana, e chegou à sua sexta vitória consecutiva na competição, sequência que nenhum adversário conseguiu até agora. A ótima série de resultados recolocou na briga pela taça a formação colorada e animou seus torcedores, que se aglomeraram no embarque da delegação a São Paulo. Antes 12 pontos atrás do primeiro colocado, o time gaúcho assumirá a ponta em caso de triunfo na capital paulista. "Falava-se muito pouco no Inter, e eu estava gostando muito daquilo. Tentava explicar aos jogadores que chegaria o momento em que começaria a aparecer uma série de armadilhas. É aí que mora o perigo", comentou o técnico Abel Braga, preocupado em frear a empolgação. "Existe o pensamento de que podemos ser campeões, mas respeitamos o momento. É continuar no ritmo que estamos apresentando e trabalhar com humildade", afirmou o meio-campista Patrick, uma das chaves na recuperação do clube. SÃO PAULO Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Diego Costa (Léo), Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara, Igor Gomes; Brenner, Luciano (Tchê Tchê). T.: Fernando Diniz. INTERNACIONAL Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta, Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, Praxedes, Caio Vidal; Yuri Alberto. T.: Abel Braga Estádio: Morumbi, em São Paulo Horário: 21h30 desta quarta-feira Juiz: Marcelo de Lima Henrique (RJ)