São Paulo domina, mas fica no empate em casa com o Ituano na estreia pelo Paulistão

O Tricolor contou com a estreia de novos reforços (Miguel Schincariol / Ituano)


O São Paulo estreou pelo Campeonato Paulista contra o Ituano em um jogo sem gols. Em partida disputada no estádio do Morumbi e com a estreia de nomes como Wellington Rato, Rafael, Marcos Paulo e Pedrinho, o Tricolor tentou, arriscou, mas se contentou com um 0 a 0 - mesmo superior em campo. O elenco de Rogério Ceni foi o único clube do grupo B sem derrotas, então lidera a tabela até o momento.

Começando a partida com uma homenagem para Pelé, o pontapé inicial foi dado por Arthur Arantes do Nascimento, neto do Rei. Arthur foi recebido no CT da Barra Funda pelo presidente Julio Casares e pelo elenco tricolor, e também acompanhou a partida no estádio do Morumbi.

Campeonato Paulista: saiba os clubes com mais títulos na história

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

São Paulo começa ligado

Os minutos iniciais pertenceram totalmente ao São Paulo. Logo nos primeiros momentos, já assustou a defesa adversária. Rodrigo Nestor começou com um ótimo lançamento para Calleri, mas o camisa 9 estava impedido. Pouco tempo depois, foi a vez de Pedrinho. Aproveitando um cruzamento de Calleri, tentou marcar de cabeça, mas Jefferson Paulino defendeu.

Veja as movimentações do São Paulo no mercado da bola

Calleri quase abre o placar e zaga tricolor se destaca

Mantendo a superioridade em campo, Calleri encontrou uma boa chance de abrir o placar. Aos 18, o argentino recebeu um cruzamento de Welington, tentou o cabeceio, mas foi na trave.

O Tricolor seguiu melhor em campo, com grande destaque para a dupla de zaga, Arboleda e Ferraresi. Todas as tentativas do Ituano foram travadas pelos defensores e as disputas de bola vencidas. Um lance de Ferraresi despertou a torcida no Morumbi, que respondeu com muitos gritos e um show de luzes.

Ituano chega perto de marcar contra

Em uma sequência absurda de jogadas, Ituano quase marcou contra. Pedrinho chegou pelo lado direito e bateu mal. Em uma tentativa de travar, o zagueiro Marcelo Freitas se apresentou, mas se atrapalhou e quase marcou contra. O susto foi tanto que a reação do goleiro Jefferson Paulino foi rir do companheiro.

Passado o susto, a partida seguiu normalmente. O primeiro tempo terminou com uma cobrança de falta de Wellington Rato, que mandou para cima do gol.

São Paulo arrisca na volta do segundo tempo, mas a bola não entra

Mantendo a pressão em cima do Ituano, Wellington Rato - um dos destaques no primeiro tempo - tentou uma finalização logo nos primeiros minutos da etapa final. Jefferson Paulino defendeu e, no rebote, Pablo Maia arriscou, mas a bola foi desviada. Na sobra, Pedrinho chegou perto de marcar, mas não entrou.

O Ituano tentou uma reação, com a melhor oportunidade criada na partida pelo lado da equipe até então. Gabriel Barros tentou um chute cruzado, mas parou nas mãos do goleiro Rafael.

Luciano tenta, mas finaliza fraco e estava impedido

Em mais uma chance desperdiçada pelo São Paulo, Luciano recebeu uma bola de Wellington Rato, mas finalizou mal, batendo fraco. O lance foi anulado por impedimento.

A partida terminou no 0 a 0, com o Tricolor tentando avançar e arriscando, enquanto o Ituano se defendia e evitava uma derrota. Nos últimos minutos, o São Paulo teve sua última chance. Igor Vinícius bateu cruzado, mas o goleiro do Ituano espalmou.

E agora?
Sendo o único do grupo B do Campeonato Paulista sem ter sido derrotado, o São Paulo volta a campo na quinta-feira (19), às 19h30, na Arena Fonte Luminosa. O Ituano, por sua vez, joga na quarta-feira (18), às 20h30, contra a Portuguesa. O confronto será no Novelli Júnior.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 x 0 ITUANO
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 15/1/2023 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Robson Ferreira Oliveira
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Público/ Renda: 45.115 / R$1.672.568,00
Cartões amarelos: Pedrinho (São Paulo); José Aldo (Ituano)
Cartões vermelhos: -
Gols: -

SÃO PAULO:
Rafael; Rafinha (Igor Vinícius, aos 15´/2ºT), Ferraresi, Arboleda e Welington (Talles, aos 44´/2ºT); Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Giuliano Galoppo, aos 33´/2ºT) e Luciano (Marcos Paulo, aos 33´/2ºT); Pedrinho (Juan, aos 15´/2ºT), Calleri e Wellington Rato. Técnico: Rogério Ceni.

ITUANO: Jefferson Paulino; Rai, Rafael Pereira, Bernardo, Marcelos Freitas; Mário Sérgio, Saraiva (Paulo Victor, aos 11´/2ºT), Person (André Luiz, aos 11´/2ºT), Quirino (Carlão, aos 26´/2ºT); Lucas Siqueira e Gabriel Barros (José Aldo, aos 37´/2ºT). Técnico: Carlos Pimentel.