São Paulo decreta luto oficial pela morte de Pelé e relembra passagens do Rei pelo Morumbi

Pelé festeja seu gol no amistoso de despedida da Seleção, em 1971 (Foto: Acervo Histórico do São Paulo FC)


O São Paulo anunciou por meio de suas redes sociais que prestará luto oficial de três dias pelo falecimento aos 82 anos de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé.

De acordo com o Tricolor, pelo período as bandeiras ficarão hasteadas a meio mastro nas sedes do clube: o Estádio do Morumbi, o CT da Barra Funda e o Centro de Formação de Atletas de Cotia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


+ VÍDEO: 'Pelé não morre, ele viverá eternamente em nosso dia-a-dia', destaca presidente do Santos

Pelo Santos, Pelé foi um dos maiores oponentes do São Paulo em toda a história, com 31 gols marcados em 48 jogos, se tornando o ícone de um período em que o Tricolor batalhava para concluir o Estádio do Morumbi.

Morumbi, aliás, que viu Pelé em campo em 56 oportunidades. No gramado do Cícero Pompeu de Toledo o atacante marcou 33 gols.

Foi na casa são-paulina que o ídolo nacional se despediu da Seleção Brasileira em jogos no Estado de São Paulo (ele atuaria, outra vez, no Maracanã, posteriormente). 11 de julho de 1971: Brasil 1 x 1 Áustria, com gol dele, claro.

- O São Paulo Futebol Clube se solidariza com família, amigos e fãs do futebol, em geral, neste momento de dor - afirmou o clube.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.