São Paulo confirma volta do zagueiro Miranda após uma década

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo oficializou nesta quarta-feira (17) a volta do zagueiro Miranda, 36. Ele retorna ao clube após uma década longe do Morumbi. Tricampeão brasileiro com o time tricolor (2006, 2007 e 2008), o jogador estava livre no mercado após atuar pelo Jiangsu Suning, da China. O presidente são-paulino Julio Casares já havia anunciado no início do mês que a contratação dele estava próxima de um desfecho. Com contrato até 31 de dezembro de 2022, o jogador foi apresentado no CT da Barra Funda e já participou de seu primeiro treino sob o comando do técnico Hernán Crespo. "Estou voltando para casa, onde cresci, conquistei muitas coisas. Agradeço ao São Paulo pela oportunidade, [foi o clube que] me projetou. É uma retribuição. Volto com fome de título, com vontade de novamente fazer o São Paulo vencedor. Espero que aconteça em breve", disse o zagueiro, que falou sobre sua condição técnica e física no retorno ao clube. "Chega [ao São Paulo] um Miranda melhor, experiente, que vai ajudar a garotada com experiência, mas com mentalidade e corpo de jovem e vontade de trabalhar e conquistar. Essa é minha meta, fazer com que o São Paulo seja campeão novamente", afirmou o atleta, apresentado com a camisa 22. Tricampeão brasileiro pelo clube há duas décadas, Miranda deixou o São Paulo em janeiro de 2011 rumo ao Atlético de Madrid, da Espanha, onde teve destaque e conquistou o título do Campeonato Espanhol na temporada 2013/2014. Depois do período de sucesso em Madri, o zagueiro se transferiu para a Inter de Milão, da Itália, antes de partir para o futebol da China. Com a camisa do Jiangsu Suning, levantou a taça do Campeonato Chinês no ano passado. Em 2019, Miranda participou do elenco da seleção brasileira que conquistou o título da Copa América, disputada no Brasil. Em sua primeira passagem pelo São Paulo, o zagueiro foi treinado por Muricy Ramalho, hoje diretor do clube. Ao todo, de 2006 a 2011, disputou 260 partidas pela equipe tricolor, todas como titular. Na entrevista coletiva desta quarta, o defensor reconheceu que a palavra de Muricy e o fato de voltar a trabalhar com ele, mesmo que em outra função, foram aspectos decisivos para o retorno ao Morumbi. "O Muricy me ligou algumas vezes para saber da minha situação. Eu perguntei a ele qual era o São Paulo que eu ia encontrar, e ele me respondeu de forma clara: 'Você vai encontrar o São Paulo com ambição e vontade de ganhar, senão não estaria aqui, estou aqui para vencer'. Muricy foi peça fundamental", afirmou o jogador. Miranda se juntará a Arboleda, Bruno Alves, Diego Costa, Léo Pelé, Rodrigo Freitas e Walce como opções para a zaga na equipe de Hernán Crespo, que ainda está em início de trabalho no São Paulo. O técnico argentino tem utilizado no Campeonato Paulista um esquema com três zagueiros, formação que consagrou o clube do Morumbi no período em que o zagueiro atuou pela equipe, no tricampeonato comandado por Muricy.