São Paulo comemora dois meses sem perder no Brasileirão; veja números

LANCE!
·2 minuto de leitura


Premiado com uma goleada no último domingo sobre o Flamengo, o São Paulo comemora nesta terça-feira dois meses sem derrota no Campeonato Brasileiro. A última delas aconteceu contra o Atlético-MG, pelo placar de 3 a 0, no Mineirão, lá no dia 3 de setembro. Desde então foram nove partidas, com cinco empates e quatro vitórias no torneio.

No último revés, o técnico Fernando Diniz mandou a campo uma equipe diferente da que goleou o Rubro-Negro: Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Léo, Liziero; Hernanes, Tchê Tchê; Gabriel Sara, Pablo, Paulinho Bóia; Luciano. Os gols do Galo foram marcados por Alan Franco (dois) e Jair, e o Tricolor chegou a jogar bem e ter um tento anulado pelo VAR na primeira etapa.

Depois, o São Paulo engatou uma boa sequência: venceu o Fluminense por 3 a 1, empatou contra Bragantino (1 a 1), Santos (2 a 2), Internacional (1 a 1) e Coritiba (1 a 1); venceu Atlético-GO (3 a 0) e Palmeiras (2 a 0); empatou diante do Grêmio (0 a 0) e, por fim, goleou o Flamengo (4 a 1). Foram 17 gols feitos e apenas sete tomados.

Os maiores goleadores do time foram Brenner e Luciano, que balançaram as redes em quatro oportunidades cada um nesta competição. Os outros foram Gabriel Sara (três), Reinaldo (três), Vitor Bueno (dois) e Tchê Tchê (um).

A escalação do São Paulo no último compromisso foi: Volpi; Tchê Tchê, Diego Costa, Bruno Alves, Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Luciano, a dupla goleadora. Os gols foram marcados por Tchê Tchê, Brenner, Reinaldo e Luciano, e o time soma agora 30 pontos, na quinta colocação.

No meio deste torneio, o time disputou outros jogos, casos de Libertadores, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Desde 3 de setembro, contando apenas essas competições, os números não são tão positivos: foram três empates, três derrotas e apenas uma vitória, com os mesmos 17 gols feitos, mas 17 tomados.

Agora, o São Paulo se prepara para enfrentar o Lanús pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Na ida, a equipe perdeu por 3 a 2 e agora recebe o time argentino, nesta quarta, às 19h15, precisando da vitória para avançar. No Brasileirão, o próximo compromisso é diante do Goiás, no sábado, às 19h, também no Morumbi.