São Paulo cobra e River Plate paga valores atrasados da venda de Pratto

Lucas Pratto disputou as duas últimas finais da Copa Libertadores com a camisa do River Plate (Foto: Divulgação/River Plate)
Lucas Pratto disputou as duas últimas finais da Copa Libertadores com a camisa do River Plate (Foto: Divulgação/River Plate)


Vendido do São Paulo para o River Plate no começo da temporada 2018, o centroavante Lucas Pratto foi pivô de um desentendimento entre os dois grandes clubes sul-americanos. Isto porque, os argentinos não haviam depositado as duas últimas parcelas referentes à negociação e o Tricolor entrou na Fifa cobrando seus direitos. Os portenhos regularizaram a situação e o clube do Morumbi recebeu R$ 18 milhões nos últimos dias.

Apesar disto, o São Paulo ainda deve receber mais algum dinheiro dos argentinos. Isto porque, como o clube precisou acionar o departamento jurídico da Fifa para receber o valor acordado em contrato, o River Plate será multado. Os valores não são conhecidos. A informação foi publicada inicialmente pelo Globo Esporte e confirmada pelo L!

Por conta das contratações de nomes como Alexandre Pato, Pablo e Daniel Alves na temporada passada, o São Paulo gastou mais do que deveria e fechou 2019 com um déficit na casa dos R$ 180 milhões. O fato do clube não ter alcançado sua meta de vendas também contribuiu bastante para que o Tricolor fechasse no vermelho. Por isso, a importância do River Plate ter efetuado o pagamento por Lucas Pratto.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também