São Paulo celebra iminente saída de Tchê Tchê e define se vai buscar substituto no mercado – confira

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

O São Paulo não pretende ir ao mercado para suprir a eminente saída de Tchê Tchê, meia que tem negociações bem encaminhadas com o Atlético-MG. Internamente, o Tricolor do Morumbi enxerga que tem opções suficientes para o meio de campo e, por isso, acredita que seja possível absorver a baixa sem ter nenhum gasto.

Atualmente, Hernán Crespo tem escalado o clube paulista com os laterais Igor Vinícius e Reinaldo como alas e montado o meio-campo com Luan, Daniel Alves e Gabriel Sara. Além disso, Tchê Tchê não foi titular em nenhuma das quatro partidas da equipe sob comando do treinador argentino – ele foi acionado no banco em três delas.

O São Paulo não pretende suprir a saída de Tchê Tchê. | Miguel Schincariol/Getty Images
O São Paulo não pretende suprir a saída de Tchê Tchê. | Miguel Schincariol/Getty Images

Além das opções acima, o São Paulo tem outros seis atletas que podem atuar no meio de campo: Igor Gomes, Hernanes, Rodrigo Nestor e Liziero (em recuperação de lesão no tornozelo), além dos recém-contratados William e Martín Benítez – sendo que o ex-Vasco ainda não assinou contrato. Assim, há o entendimento de que não é necessário ir ao mercado.

Bom para os cofres do Morumbi

Para além da boa avaliação de seu meio de campo, o São Paulo celebra financeiramente a saída de Tchê Tchê – o clube vê a negociação como praticamente fechada. O Tricolor entende que vai economizar uma boa quantia com ida do meio-campista para o Atlético-MG, uma vez que o Galo vai arcar com os cerca de R$ 350 mil de salários do atleta.

Além disso, o clube do Morumbi também enxerga possibilidades para lucrar com a transferência. O São Paulo cedeu o meio em um empréstimo gratuito. Porém, em contrato, paulistas e mineiros combinaram um pagamento caso o atleta atinja uma determinada quantidade de partidas como titular. Há, também, um valor fixado caso o Galo queira comprá-lo na próxima temporada.

Cabe notar que o Tricolor espera reduzir a folha de pagamento mensal em até 15% no final da temporada. Por ora, com os seis novos reforços, a conta aumentou, o que faz com que o clube precise negociar mais atletas para equilibrar as finanças.

As informações acima são do ge.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.