São Paulo abre 2 a 0, mas Fortaleza busca o empate na Copa do Brasil

·4 minuto de leitura
Jogadores do Fortaleza comemoram o gol de empate conrtra o São Paulo (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

O São Paulo empatou com Fortaleza por 2 a 2, na noite desta quarta-feira (25), no Morumbi, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. Rigoni marcou os dois gols do Tricolor, enquanto Yago Pikachu e Romarinho, nos acréscimos da segunda etapa, empataram para o Leão. 

Agora, quem vencer leva a vaga para as semifinais da Copa do Brasil. Qualquer empate coloca a decisão nas penalidades máximas. 

Leia também:

FORTALEZA COMEÇA MELHOR E ACERTA O TRAVESSÃO
​Mesmo jogando fora de casa, o Leão cearense começou no ataque, assustando o São Paulo. Logo aos quatro minutos, Léo vacilou, o Fortaleza avançou, e a bola sobrou para Wellington Paulista, que finalizou no travessão de Volpi. Os cearenses chegaram a pedir pênalti por um toque na mão de Miranda, mas nada foi marcado.

SÃO PAULO RESPONDE COM RIGONI E DANIEL ALVES
Conforme o jogo acontecia, o São Paulo melhorou na partida e perdeu uma grande chance com 18 minutos. Rigoni foi lançado na área do Fortaleza e saiu na cara de Boeck. O argentino finalizou em cima do goleiro, que evitou o gol. 

Na sequência, um minuto depois, Daniel Alves recebeu na área, de frente para Boeck, que fez excelente defesa. A bola voltou para o lateral, que rolou para Bruno Alves. O zagueiro chutou a bola por cima da meta do Fortaleza.

EQUIPES TÊM CHANCES ANTES DO INTERVALO
São Paulo e Fortaleza buscavam o ataque e tentavam levar perigo as defesas adversárias. Quem levou perigo novamente foi o Leão. Aos 33 minutos, Crispim fez boa jogada individual e chegou perto da área do São Paulo. Ele fez a tabela com Wellington Paulista, viu Volpi sair do gol e tocou por cima do goleiro. Mas a zaga do Tricolor conseguiu afastar.

O São Paulo teve a última oportunidade da primeira etapa. Após longo lançamento, o zagueiro Miranda tocou de cabeça, mas Marcelo Boeck segurou firme para evitar o gol.

ETAPA FINAL COMEÇA MAIS CADENCIADA E SÃO PAULO CHEGA COM PERIGO
São Paulo e Fortaleza vieram sem alterações para o segundo tempo, mas com mudanças nos estilos de jogo. Ao invés das movimentações da etapa inicial, as duas equipes tinham dificuldades para chegar no ataque e a partida ficou mais cadenciada, com muitos erros de passes e faltas cometidas.

Buscando mais ofensividade, Crespo colocou Liziero e Gabriel Sara nas vagas de Nestor e Benítez. Os dois substitutos levaram perigo. Aos 15, Sara apareceu no segundo pau e completou cruzamento de cabeça, mas a bola passou ao lado da meta do Fortaleza. Um minuto depois, Liziero ganhou de Ederson, mas tocou errado no último passe.

RIGONI APARECE, MARCA DOIS E COLOCA SÃO PAULO EM VANTAGEM
O São Paulo continuou em cima do Fortaleza e foi recompensado aos 23 minutos. Reinaldo arrancou para o ataque e lançou Rigoni. O argentino matou no peito, limpou a marcação e bateu de esquerda, no cantinho de Boeck, que não conseguiu alcançar a bola.

E não parou por aí. Dez minutos depois, Liziero roubou a bola no campo de defesa e lançou Rigoni. O argentino ganhou na corrida do zagueiro Titi e bateu rasteiro, na saída de Boeck, para ampliar o marcador no Morumbi.

VOLPI FALHA E PIKACHU DESCONTA PARA O FORTALEZA
O jogo parecia controlado para o São Paulo, mas ganhou contornos de drama aos 38 minutos. Robson lançou Pikachu, Volpi saiu do gol para cortar, mas deixou a bola passar. O lateral, atento, aproveitou o vacilo e tocou para o gol vazio, diminuindo o marcador.

Dois minutos depois, o São Paulo respondeu com Reinaldo, que recebeu passe de Daniel Alves e bateu cruzado, para uma boa defesa de Marcelo Boeck.

ROMARINHO EMPATA PARA O FORTALEZA NOS ACRÉSCIMOS
Quando tudo parecia decidido, Henríquez cruzou forte da direita, Romarinho apareceu no meio de Miranda e Bruno Alves e toco de cabeça para empatar aos 48 minutos da segunda etapa.

SÃO PAULO 2 X 2 FORTALEZA
Local: Estádio do Morumbi
Data e horário: 25 de agosto de 2021, às 21h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Wagner Reway (PB)
Gols: Rigoni (23'/2ºT) (1-0), Rigoni (32'/2ºT) (2-0), Yago Pikachu (38'/2ºT) (2-1), Romarinho (48'/2ºT) (2-2)
Cartões Amarelos: Gabriel Sara, Léo (SAO)
Cartões Vermelhos:

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Daniel Alves, Luan, Nestor (Liziero, aos 14'/2ºT), Benítez (Gabriel Sara, aos 14'/2ºT) e Reinaldo; Emiliano Rigoni (Luciano, aos 37'/2ºT) e Pablo. Técnico: Hernán Crespo

FORTALEZA
Marcelo Boeck; Yago Pikachu, Tinga, Titi e Lucas Crispim (Ronald, aos 41'/2ºT); Felipe, Ederson (Edinho, aos 41'/2ºT), Matheus Jussa e Matheus Vargas (Romarinho, aos 17'/2ºT); David (Robson, aos 17'/2ºT) e Wellington Paulista (Henríquez, aos 31'/2ºT). Técnico: Juan Vojvoda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos