São Januário 90 anos! Confira 5 curiosidades da tradicional casa do Vasco!

Hoje é dia de festa para o torcedor vascaíno! Afinal de contas, há exatos 90 anos era inaugurada aquela que se tornou casa de inúmeros títulos, que testemunhou de discursos presidenciais a golaços de craques, que foi palco de festas, alegrias e tristezas. Nesta sexta-feira (21) todas as homenagens não são o bastante para o estádio de São Januário!

O local, que acabou por tornar um gigante no ‘Gigante da Colina’, tem uma das histórias mais belas do nosso futebol: foi construído com o dinheiro dos próprios torcedores, em um momento vital da história cruzmaltina. O clube despertava a raiva dos rivais desde a conquista do Campeonato Carioca de 1923, quando utilizou jogadores negros e impactou a sociedade de então na luta contra o racismo.

Em 1925, com o dinheiro de cerca de sete mil sócios, o clube adquiriu um grande terreno em São Cristóvão. Dois anos depois, no dia 21 de abril, um amistoso contra o Santos decretava oficialmente a inauguração daquele que era à época o maior estádio de futebol da América do Sul. Inicialmente batizado como ‘Estádio Vasco da Gama’, depois renomeado como São Januário em homenagem a uma das ruas de seu entorno, a casa cruzmaltina tinha capacidade para 40 mil pessoas!

São Januario 20 04 2017

90 anos de um dos templos do futebol brasileiro (Foto: Divulgação/Vasco)

A estreia foi com derrota por 5 a 3 para o Santos. Desde então, o Vasco passou a ser o ‘Clube da Colina’ e o local recebeu discursos importantes do ex-presidente Getúlio Vargas, testemunhou vários craques do futebol mundial e conquistou títulos importantes. Abaixo, confira cinco curiosidades sobre este que é um dos estádios mais icônicos e importantes do futebol brasileiro!

Primeiro gol – O santista Evangelista foi o autor do primeiro gol da história do estádio.

Modernidade – Em 31 de março de 1928, o Vasco venceu por 1 a 0 o Wanderers, do Uruguai, em amistoso que marcou a conclusão da curva das arquibancadas e a inauguração da iluminação do estádio. São Januário era, então, o único estádio onde se realizavam jogos noturnos.

Tombamento – A fachada do Estádio do Vasco é tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Maior artilheiro – Roberto Dinamite é o maior artilheiro de São Januário. Marcou 184 gols no Estádio, entre 1971 e 1992.

Milésimo gol - Foi em São Januário que Romário fez o seu milésimo gol, contra o Sport. O Baixinho é o segundo maior artilheiro do estádio, fez 152 gol na Colina. Ademir Menezes, o Queixada, fez 94 e completa o pódio.