Com gol de Sánchez, Santos supera a Chapecoense e vence a primeira como visitante no Brasileirão

·3 minuto de leitura


Com um gol de pênalti do uruguaio Carlos Sánchez e grandes defesas do goleiro João Paulo, o Santos venceu a Chapecoense por 1 a 0 na noite deste domingo, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vitória do Peixe como visitante na competição.

Com o resultado, o Santos subiu para a sétima colocação no Brasileirão, com 19 pontos ganhos. Na próxima rodada, domingo, o Peixe faz o clássico diante do Corinthians na Vila Belmiro. Antes, na quinta-feira, faz o jogo de volta das oitavas de final diante da Juazeirense, na Bahia.

O jogo

As duas equipes tentaram buscar o ataque nos primeiros minutos. Aos três minutos, Felipe Silva fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e chutou forte, mas João Paulo fez boa defesa. Aos dez, o Santos deu o troco. Jean Mota arriscou da entrada da área e o goleiro João Paulo salvou a Chapecoense.

Depois desse lance, o jogo esfriou. O Santos tinha mais posse de bola e controle das ações, mas não conseguia ser criativo. A Chapecoense tentava jogar no contra-ataque, mas sem velocidade.

O jogo esquentou nos minutos finais. Aos 40, após cruzamento da esquerda, o lateral Madson caiu na área. O árbitro Rodolpho Toski Marques mandou seguir a jogada, mas foi chamado pelo VAR e marcou pênalti. Carlos Sánchez cobrou no canto direito, mas o goleiro João Paulo defendeu. O VAR apontou que o goleiro avançou na cobrança e o árbitro mandou repetir a cobrança. Dessa vez, Carlos Sánchez mandou no ângulo e abriu o placar para o Peixe.

Nos acréscimos, a Chapecoense quase empatou. João Paulo saiu jogando errado, a Chapecoense cruzou na área, Anselmo Ramon cabeceou e o goleiro do Peixe se redimiu com grande defesa.

No segundo tempo, o time da casa saiu para o ataque, mas brilhou a estrela do goleiro João Paulo. Ele fez linda defesa em chute de Fernandinho aos 20 minutos, outra bela defesa em chute de Busanello aos 23 e foi salvo pela trave em finalização de Peroti aos 25 minutos.

Aos poucos, o Peixe conseguiu controlar o jogo e a Chapecoense perdeu a última oportunidade aos 46 minutos, em chute de Geuvânio da entrada da área, mas a bola saiu à esquerda do gol de João Paulo.

CHAPECOENSE 0 X 1 SANTOS

Data e hora: 1 de agosto, às 18h15 (horário de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Árbitros assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva
Árbitro: Phatrice Wallace Correa Maia
Gols: Carlos Sánchez, 42'/1ºT (0-1),

CHAPECOENSE
João Paulo; Matheus Ribeiro, Kadu, Derlan e Busanello; Léo Gomes (Foguinho, aos 40'/2ºT), Anderson Leite e Felipe Silva (Ravanelli, aos 15'/2ºT); Fabinho (Geuvânio, aos 15'/2ºT), Fernandinho (Mike, aos 31'/2ºT) e Anselmo Ramon (Perotii, aos 15'/2ºT). Técnico: Jair Ventura

SANTOS
João Paulo, Madson, Luiz Felipe (Wagner Leonardo, no intervalo), Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota e Carlos Sánchez (Vinícius Zanocelo, aos 25'/2ºT); Lucas Braga (Bruno Marques, aos 40'/2ºT), Marcos Leonardo e Marcos Guilherme (Gabriel Pirani, aos 13'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos