Russell vence corrida sprint do GP do Brasil de F1

O piloto britânico George Russell, da Mercedes, venceu neste sábado a corrida sprint do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 e largará no domingo na primeira posição, à frente do seu companheiro de equipe e compatriota, Lewis Hamilton, e do holandês Max Verstappen.

Em uma prova emocionante, com várias mudanças na liderança, Russell foi o mais rápido a completar as 24 voltas da corrida classificatória no circuito de Interlagos, em São Paulo, e conseguiu a segunda pole position de sua carreira, permitindo à Mercedes colocar seus dois pilotos na primeira fila.

O espanhol Carlos Sainz foi o segundo a cruzar a linha de chegada, mas foi punido pela FIA na sexta-feira com a perda de cinco posições no grid por ter trocado de motor pela sexta vez na temporada (o dobro de trocas permitidas) e no domingo vai largar em sétimo.

O dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, que surpreendeu ao marcar o melhor tempo no classificatório de ontem, aguentou apenas duas voltas na liderança. Em uma das primeiras curvas no início da terceira volta, o holandês Max Verstappen (Red Bull), que largou em segundo, tomou a ponta da corrida.

Com o passar das voltas, Russell foi se aproximando de Verstappen e ambos protagonizaram um intenso duelo que acabou favorecendo Sainz e Hamilton, que se aproximaram de ambos.

Na 15ª volta, Russell finalmente ultrapassou Verstappen e conseguiu abrir mais de um segundo de vantagem. Na 19ª volta, o holandês tocou com Sainz e perdeu parte da asa dianteira. Com o carro danificado, ele acabou sendo superado pelo espanhol e por Hamilton.

O mexicano Sergio Pérez (Red Bull) foi o quinto, seguido por Charles Leclerc (Ferrari), Lando Norris (McLaren) e Magnussen fechando a zona de pontuação dos oito primeiros.

O bicampeão do mundo Fernando Alonso (Alpine) teve que abandonar a corrida depois de um toque com seu companheiro de equipe, Esteban Ocon.

"O carro está correndo muito bem. Estou muito feliz. Agora tenho que tentar fazer uma boa estratégia para ganhar amanhã também", afirmou Russell depois da prova.

O britânico também comentou o fato de a Mercedes ter seus dois pilotos na primeira fila, com a segunda posição de Hamilton.

"É uma loucura pensar que estamos largando na primeira fila. Estamos em uma posição de luxo, onde tomara que possamos dividir a estratégia em busca da vitória", acrescentou.

Aos 24 anos e com 80 GPs disputados, Russell espera conseguir no Brasil sua primeira vitória na F1, enquanto Hamilton quer fazer história e ser o primeiro piloto a conseguir vencer pelo menos uma corrida em 16 temporadas.

prb/gfe/cb