Ruim? A pior escalação do Vasco no século XXI

·4 minuto de leitura

Dono de uma história pioneira, rica e vitoriosa, mas vivendo um presente terrível e marcado pelos rebaixamentos - são quatro somente nos últimos 13 anos -, o Vasco da Gama teve mais elencos ruins do que bons neste século de futebol. Ano após ano, o Gigante da Colina acumula contratações que não estão à altura do que o clube já foi um dia, levando o torcedor cruzmaltino ao desespero.

Não é de se estranhar que nossa missão de montar o pior Vasco do século XXI foi árdua, mas no fim das contas, chegamos a este seleto plantel, com a ajuda da galera do Manual do Jogador Ruim:

Goleiro

1. Tadic

Contratado com status de "amigo do Pet". Esse foi Tadic no Vasco. | MARCELO FERRELLI/Gazeta Press
Contratado com status de "amigo do Pet". Esse foi Tadic no Vasco. | MARCELO FERRELLI/Gazeta Press

Indicado em 2004 à diretoria do Vasco pelo meia Petkovic, o goleiro sérvio sofreu 14 gols em sete jogos disputados como titular do clube, média de dois por jogo. Esse pequeno tempo como "dono" da meta vascaína foi mais que suficiente para cavar sua despedida precoce de São Januário.

Laterais

2. Baiano

Baiano foi rebaixado com o Vasco em 2008 | Satiro Sodré/Agif/Gazeta Press
Baiano foi rebaixado com o Vasco em 2008 | Satiro Sodré/Agif/Gazeta Press

O Gigante da Colina teve alguns laterais-direitos bem ruins - Claudemir, Nei e Élder Granja foram alguns que 'marcaram época' ao avesso -, mas Baiano fez parte daquele elenco de 2008 que faz raiva no torcedor cruzmaltino até hoje e por isso marca presença nesta seleção. O titular da posição era Wagner Diniz.

3. Rubens Júnior

Rubens Junior teve passagens por grandes clubes, mas no Vasco foi bem mal. | MAURICIO LIMA/Getty Images
Rubens Junior teve passagens por grandes clubes, mas no Vasco foi bem mal. | MAURICIO LIMA/Getty Images

Chegou com status junto ao Porto, mas o status não entrou em campo e, em apenas 27 jogos, demonstrou ao torcedor vascaíno que não resolveria o problema da lateral esquerda do time.

Zagueiros

4. Jomar

Jomar foi rebaixado com o Vasco em 2013 | Eduardo Valente/Getty Images
Jomar foi rebaixado com o Vasco em 2013 | Eduardo Valente/Getty Images

Entre Jorge Luiz e Fábio Braz, demos preferência ao zagueiro que esteve não somente em um, mas em dois rebaixamentos do Vasco à Série B do Brasileirão: Jomar. Fez parte dos elencos de 2013 e 2015, assim como o lateral Nei, que quase beliscou uma vaga na posição anterior desta seleção.

5. Ciro

Ciro Sena rodou o futebol brasileiro, mas o torcedor do Vasco não esquece. | Paulo Campos/Agif/Gazeta Press
Ciro Sena rodou o futebol brasileiro, mas o torcedor do Vasco não esquece. | Paulo Campos/Agif/Gazeta Press

Em 2005, o Vasco anunciou um 'pacotão' de reforços vindos do Americano: o goleiro Erivélton e os zagueiros Ciro e Éder. Todos tinham muito potencial para faturarem uma vaga aqui nesta seleção, mas Ciro, pela péssima temporada 2005 - marcada por inúmeras falhas individuais -, levou a melhor. Ou a pior, dependendo do seu referencial.

Meio-campistas

6. Ives

Ives era um volante brucutu clássico à frente da zaga do Vasco. | WANDER ROBERTO/Gazeta Press
Ives era um volante brucutu clássico à frente da zaga do Vasco. | WANDER ROBERTO/Gazeta Press

Revelado em São Januário, o pesado e truculento volante defendeu a camisa do clube carioca entre 2005 e 2007. Já não estava no Gigante da Colina no ano do primeiro rebaixamento mas, ainda assim, não é bem lembrado pelos torcedores cruzmaltinos.

7. Roberto Lopes

Roberto Lopes enlouqueceu o torcedor do Vasco entre 2006 e 2007 | Agência O Globo/Gazeta Press
Roberto Lopes enlouqueceu o torcedor do Vasco entre 2006 e 2007 | Agência O Globo/Gazeta Press

Mais um da geração 2006/07, literalmente os anos antes da tragédia acontecer. Disputou duas temporadas pelo Vasco, mas falhou em jogos decisivos, incluindo uma final de Estadual. Seu sucessor seria Jonílson.

8. Allan Dellon

Allan Dellon chegou ao Vasco com alguma moral após boa passagem pelo Vitória. | Ueslei Marcelino/Agif/Gazeta Press
Allan Dellon chegou ao Vasco com alguma moral após boa passagem pelo Vitória. | Ueslei Marcelino/Agif/Gazeta Press

Ídolo da torcida do Vitória, Allan Dellon chegou à São Januário com pompas, pelos currículo artilheiro prévio no Barradão e pelo nome de estrela. Não foi artilheiro e nem estrela vestindo a camisa do Vasco, se despedindo do clube sem ter balançado as redes uma vez sequer.

9. Leandro Chaparro

Chaparro deu voltas pelo mundo da bola. Chegou com pompas a São Januário, mas... | Carlos Rodrigues/Getty Images
Chaparro deu voltas pelo mundo da bola. Chegou com pompas a São Januário, mas... | Carlos Rodrigues/Getty Images

Depois de acertar com a contratação de Conca - que viria a fazer sucesso ainda maior no arquirrival Fluminense -, o Vasco começou a insistir na contratação de jogadores argentinos, e não conseguiu sucesso com quase nenhum deles: Herrera, Biancucchi, Desábato e Escudero provam isso.

Chaparro também, afinal, deixou o clube sem ter feito um gol sequer após 14 jogos entre 2011 e 2012.

Atacantes

10. Alexandre Faioli

Atacante Faioli deixou saudades no Vascão? | André Mourão/Agif/Gazeta Press
Atacante Faioli deixou saudades no Vascão? | André Mourão/Agif/Gazeta Press

Entre idas e vindas, ficou vinculado ao Vasco por longos quatro anos, de 2006 a 2009, anotando apenas cinco gols com a camisa cruzmaltina neste período. Fazia parte do famigerado elenco de 2008, lembrado por muitos torcedores como o pior do clube neste século.

11. Valdir Papel

Empurrão de Renato na final da Copa do Brasil marcou a passagem de Valdir Papel no Vasco. | DJALMA VASSÃO/Gazeta Press
Empurrão de Renato na final da Copa do Brasil marcou a passagem de Valdir Papel no Vasco. | DJALMA VASSÃO/Gazeta Press

No futebol, falar em unanimidade é sempre perigoso, mas Valdir Papel deve entrar em 10 de 10 seleções reversas de torcedores vascaínos. A expulsão boba na decisão da Copa do Brasil de 2006 contra o arquirrival Flamengo jamais foi esquecida ou perdoada pelos cruzmaltinos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos