Ruim? A pior escalação do Santos no século XXI

·4 minuto de leitura

O Santos já revelou alguns dos melhores jogadores do futebol nacional e mundial. Elano, Robinho, Neymar e Diego Ribas foram apenas alguns dos Meninos da Vila que passaram pela Baixada Santista. Contudo, o Peixe também contou com atletas que destoam completamente da boa leva de que tanto encantou torcedores.

Confira uma 'seleção' dos piores nomes que já passaram pelo Alvinegro Praiano, num levantamento feito em parceria com a página Manual do Jogador Ruim. Vamos lá!

Goleiro

1. Saulo

Com passagem pelo Santos no início dos anos 2000, Saulo está na Ferroviária. | MB Media/Getty Images
Com passagem pelo Santos no início dos anos 2000, Saulo está na Ferroviária. | MB Media/Getty Images

O goleiro nunca foi unanimidade entre torcedores. No entanto, tudo ficou pior quando ele protagonizou a vexatória derrota por 7 a 1 diante do Corinthians. Acabou deixando a equipe em 2005 e atualmente está na Ferroviária.

Zagueiros

2. Cléber Reis

Cleber Reis foi pouquíssimo utilizado e sua negociação ainda rendeu problemas administrativos ao clube. | MB Media/Getty Images
Cleber Reis foi pouquíssimo utilizado e sua negociação ainda rendeu problemas administrativos ao clube. | MB Media/Getty Images

Chegou ao Peixe por R$ 7 milhões, em 2017, depois de passar um tempo no futebol alemão. Sua trajetória no Corinthians lhe rendeu uma fama que não fez jus na Vila Belmiro. Fez apenas dez jogos com a camisa do Peixe e hoje as partes buscam uma rescisão.

3. André Astorga

Astorga em ação pelo Peixe no ano de 2009. Deu calafrios à torcida santista. | DJALMA VASSÃO/Gazeta Press
Astorga em ação pelo Peixe no ano de 2009. Deu calafrios à torcida santista. | DJALMA VASSÃO/Gazeta Press

Camilo defendeu as cores do Alvinegro Praiano entre 1989 e 1992. Apesar de ter um lugar cativo entre os piores zagueiros do Santos, ele era até esforçado. No entanto, raça não substitui técnica quando o assunto é atuar na defesa. Ele, definitivamente, foi embora sem deixar saudades.

Laterais

4. Reginaldo Araújo

Lateral-direito Reginaldo Araújo em ação pelo Santos num treinamento. | Carlos Oliveira/Gazeta Press
Lateral-direito Reginaldo Araújo em ação pelo Santos num treinamento. | Carlos Oliveira/Gazeta Press

O lateral-direito esteve presente na campanha do vice-campeonato da Libertadores 2003. Embora tenha feito parte de uma boa geração, Reginaldo Araújo destoava pelas más atuações e baixa qualidade técnica frente aos demais. Ele faleceu em 2016.

5. Rubens Cardoso

Rubens Cardoso sagrou-se campeão mundial pelo Internacional. | Etsuo Hara/Getty Images
Rubens Cardoso sagrou-se campeão mundial pelo Internacional. | Etsuo Hara/Getty Images

Mais uma da série: contratações que não deram certo. O lateral-esquerdo chegou em 2000 e não deixou saudades quando foi embora. Rubens Cardoso mostrou tão pouca qualidade que atuou em somente cinco jogos e deixou a torcida 'traumatizada'. Ele se aposentou em 2010.

Meio-campistas

6. Michael Quiñónez

O meio-campista foi uma das piores contratações do Santos. | Scott Heavey/Getty Images
O meio-campista foi uma das piores contratações do Santos. | Scott Heavey/Getty Images

O meia-atacante equatoriano chegou em 2008 e fez apenas 15 jogos pelo Peixe. Durante sua breve passagem, Quiñónez balançou as redes somente duas vezes, mas um desses tentos acabou salvando o Santos do rebaixamento. De qualquer maneira, merece um destaque entre as piores contratações da equipe.

7. Rodrigo Mancha

Rodrigo Mancha também defendeu as cores do Sport. | Heuler Andrey/Getty Images
Rodrigo Mancha também defendeu as cores do Sport. | Heuler Andrey/Getty Images

Mancha chegou ao Santos em 2009 para uma curta e conturbada passagem. Na Copa do Brasil de 2010, o Peixe tinha 2 a 0 de vantagem no placar contra o Grêmio, quando o volante entrou no segundo tempo e, em pouco menos de 10 minutos, conseguiu ceder dois tentos ao Imortal. O Peixe ainda se classificou, porém o jogador nunca mais teve moral com a torcida.

8. Gerson Magrão

Magrão teve passagens em clubes do exterior. | EuroFootball/Getty Images
Magrão teve passagens em clubes do exterior. | EuroFootball/Getty Images

Por incrível que pareça, Gerson Magrão usou a camisa 10 do Rei Pelé. Na Vila Belmiro, era conhecido pela famosa versatilidade mentirosa, ou seja, teoricamente jogava em várias posições, mas não tinha qualidade em nenhuma. Não deixou saudades nem como lateral e muito menos na faixa central do campo. Atualmente está no Vitória.

Atacantes

9. Mariano Trípodí

Trípodí é um dos piores atacantes que passou pelo Santos. | MAURICIO DUENAS/Getty Images
Trípodí é um dos piores atacantes que passou pelo Santos. | MAURICIO DUENAS/Getty Images

O Peixe contratou o argentino Mariano Tripodí em fevereiro de 2008. Seis meses mais tarde, emprestou o atacante ao Vitória. Percebeu que o desempenho não agradou, certo? Na brevíssima passagem pelo Alvinegro Praiano, disputou sete jogos e marcou um gol.

10. Bill

Atacante foi bem no Coritiba, mas na Vila Belmiro... | Heuler Andrey/Getty Images
Atacante foi bem no Coritiba, mas na Vila Belmiro... | Heuler Andrey/Getty Images

Rosimar Amancio, conhecido como Bill, chegou ao Santos em 2012 após uma rescisão contratual com o Corinthians. Mesmo jogando ao lado de Neymar, o atacante conseguiu ter a proeza de marcar um gol em 16 jogos pelo Peixe.

11. Rodrigo Tiuí

Revelado no Fluminense, Tiuí atuou no Sporting e também no Santos (sem deixar saudades). | FABRICE COFFRINI/Getty Images
Revelado no Fluminense, Tiuí atuou no Sporting e também no Santos (sem deixar saudades). | FABRICE COFFRINI/Getty Images

Rodrigo chegou ao Alvinegro Praiano em 2006 e ficou somente uma temporada. Em 14 jogos pela equipe, marcou apenas cinco gols. Seu desempenho foi tão caótico que ele merece um lugar entre os piores do século.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos