Rui Costa, sobre fase do São Paulo e gestão de Julio Casares: 'O resultado do trabalho não é coincidência'

·2 minuto de leitura


No último final de semana, o executivo do São Paulo, Rui Costa, falou sobre o atual momento do clube sob a gestão do presidente Julio Casares. Durante a entrevista, Rui comentou a respeito de seu trabalho ao lado de Muricy Ramalho e do restante da diretoria são-paulina.


VEJA A TABELA E SIMULE AS PARTIDAS DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2021!

Com a recente conquista do Campeonato Paulista de 2021 diante do Palmeiras, o São Paulo encerrou um jejum de mais de oito anos e dá sinais de retomada em sua história vencedora.

Questionado sobre os motivos da retomada e os méritos do presidente Julio Casares e do restante da diretoria, Rui exaltou o trabalho interno de todas as partes do clube.

- (A retomada) Passa pela questão do Crespo, pelos jogadores, que são extremamente profissionais, e esse é um grupo com muitas lideranças. O resultado do trabalho não é coincidência. O presidente Julio Casares colocou na cabeça que colocará o São Paulo outra vez como protagonista. Ele foi feliz na escolha das pessoas - comentou o diretor.

Rui falou sobre seu trabalho no clube e revelou ter um contato muito próximo com o coordenador de futebol e ídolo do São Paulo, Muricy Ramalho. Para o executivo, a presença do ex-treinador é fundamental.

- Faço um MBA diário com o Muricy Ramalho. Tomamos café da manhã juntos todos os dias. Ele me conta como é o São Paulo, como chegou menino aqui, fala das características do clube, do nível de comprometimento que exige - revela.

De acordo com o executivo, o seu trabalho com Muricy, ao lado de Marcos Biasotto e sobre a tutela de Carlos Belmonte é um dos diferenciais da gestão de Julio Casares e, com esse modelo, os diretores ganham maior autonomia.

- Ele (Casares) dá autonomia ao diretor de futebol, o Carlos Belmonte. Aí vem a mudança. Montou um tripé, comigo, o Muricy e o Marcos Biasotto, executivo da base. Cada um com autonomia em sua área. Acima, colocou um dirigente estatutário, o Belmonte, que nos blinda. O processo político não chega a nós - explica Rui Costa.

Em um bom começo de temporada, com a chegada de Hernán Crespo, o Tricolor levantou a taça do Paulistão de 2021, se classificou para as oitavas de final da Libertadores e entra no Brasileirão como um dos favoritos ao título.

Após estrear com uma derrota por 3 a 2 contra o 4 de Julho, do Piauí, na Copa do Brasil, o São Paulo volta a entrar em campo no sábado (5), às 19h, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe jogará fora de casa, no Estádio Antônio Accioly, contra o Atlético Goianiense.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos