Rueda fala em punição interna para Marinho por episódio na Copa Libertadores

LANCE!/DIÁRIO DO PÉIXE
·1 minuto de leitura


O presidente do Santos, Andres Rueda, afirmou que o atacante Marinho será punido internamente pela atitude que teve na partida da última terça-feira diante do San Lorenzo, em Brasília, pela terceira fase da Copa Libertadores.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Na ocasião, o treinador ficou na bronca após ser substituído, não cumprimentou o técnico Ariel Holan, foi direto para os vestiários, mas voltou em seguida. O próprio jogador admitiu o erro e pediu desculpas nas redes sociais.

- Tem o lado ruim que ele não foi cordial na sua ação, não é isso que a gente espera do nosso jogador, mas tem o lado bom dele querer jogar. Não justifica. E pediu desculpas ao elenco, abraçou o treinador, ficou claro que ele tinha errado, desculpas foram aceitas, mas vai ter uma punição interna para servir de exemplo e para isso não se repetir - afirmou o presidente, em entrevista à Espn Brasil.

Rueda evitou falar se a punição seria financeira ou não. O dirigente afirmou apenas que o assunto foi resolvido internamente e está superado.