Ruben Semedo é preso na Grécia e acusado de estupro contra menor de 17 anos

·1 minuto de leitura
Olympiakos footballer Ruben Semedo is led away from a court hearing by police (AFP/Louisa GOULIAMAKI)

O defensor do Olympiakos, Ruben Semedo, foi detido pela polícia grega no domingo, depois que uma garota de 17 anos o acusou de estupro, informaram fontes judiciais nesta segunda-feira.

O jogador português de 27 anos foi encaminhado a um procurador em Atenas nesta segunda.

A adolescente afirmou que Semedo a levou para casa antes de estuprá-la, junto com um estrangeiro de 40 anos que ainda está sendo procurado.

O jogador teria conhecido a garota em um bar na cidade grega de Oropos no sábado, e depois a teria levado para sua casa em Glyfalda, nos arredores de Atenas, onde, segundo ela, ocorreu o estupro.

Segundo o advogado de Semedo, Stavros Georgopoulos, o jogador "nega a acusação".

O português foi condenado em 2018 por tentativa de homicídio, pela qual foi condenado a cinco anos de prisão, quando jogava pelo Villarreal.

Semedo evitou essa pena em troca da proibição de entrar em território espanhol por oito anos. Além disso ele também foi multado em 46 mil euros.

O Olympiakos publicou nesta segunda-feira um breve comunicado no qual indica "estar à espera da decisão da justiça" e que "enquanto o caso estiver em tramitação judicial, não se manifestará sobre o assunto".

"O Olympiakos respeita totalmente a presunção de inocência", acrescentou o clube de Pireu.

le/dmc/lve/dif/iga/gh/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos