Rossi pode fechar acordo para ficar na MotoGP ainda esse mês, segundo amigo e parceiro de negócios do piloto

Jamie Klein
motorsport.com

Valentino Rossi precisa decidir se continua ou não na MotoGP em 2021 após perder sua vaga na equipe Yamaha para Fabio Quartararo. O Doutor já havia indicado anteriormente que tem vontade de continuar correndo e, segundo um parceiro de longa data do italiano, essa confirmação deve estar próxima.

Recentemente, Rossi admitiu que o hiato causado pela pandemia deixou ele mais relaxado sobre a perspectiva de potencialmente se aposentar. Porém, segundo seu amigo de longa data e parceiro de negócios, Uccio Salucci, há a expectativa que a negociação com a Yahama acelere nas próximas semanas, agora que Rossi teria chegado à conclusão de que quer continuar correndo.

Franco Morbidelli, Petronas Yamaha SRT

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Franco Morbidelli, Petronas Yamaha SRT <span class="copyright">Gold and Goose / Motorsport Images</span>
Franco Morbidelli, Petronas Yamaha SRT Gold and Goose / Motorsport Images

Gold and Goose / Motorsport Images

O chefe da Petronas, Razlan Razali já havia deixado claro que seu objetivo era garantir um novo acordo com Morbidelli antes mesmo do início da temporada, em julho.

"Nós fizemos algumas sessões em Misano nas últimas semanas, Vale e Franco estão correndo juntos, e há uma sensação boa entre eles, porque há uma verdadeira amizade", disse Salucci sobre a possibilidade de uma parceria entre eles.

"São dois pilotos inteligentes e espero que isso continue, a amizade, porque Franco é um cara fantástico. Ele teve um passado difícil e merece tudo que conquistou".

VÍDEO: Entrevista com Rubens Barrichello: piloto conta as histórias e as polêmicas da F1

PODCAST: A liderança de Hamilton pode transformá-lo em uma influência maior que Senna fora da F1?

Your browser does not support the audio element.

Leia também