Rosamaria avalia 2021, projeta 2022 e avisa: 'Sabia que seria um ano muito importante na minha carreira'

·2 min de leitura


Um dos destaques da seleção brasileira de vôlei do ano ano passado, a ponteira e oposto Rosamaria Montibeller analisou 2021 e projetou 2022 com o mesmo nível. Um dos destaques do Brasil, ela fechou o ano com duas pratas: Jogos Olímpicos e Liga das Nações. Apesar disso, a atleta de 27 anos é só alegria.


- Foi um ano de muitos objetivos alcançados. O que mais me marcou, com certeza, foi a Olimpíada e todos os momentos que eu vivi com aquele grupo. Na verdade, todos os momentos passados com a seleção foram especiais porque eu sabia que 2021 seria muito importante na minha carreira. Foi um ano de realização profissional e pessoal também, de muito reconhecimento, muito trabalho. E alcançar os objetivos é sempre importante - comentou Rosamaria.

Sobre o novo ano, ela, claro, quer seguir crescendo profissionalmente e pessoalmente e por isso não quer perder nenhuma oportunidade para se valorizar.

- Espero que 2022 seja ainda melhor. Espero que eu continue tendo oportunidades profissionais, oportunidades para crescer. No lado pessoal é ser feliz, sentir que tenho feito as coisas com o coração em tudo, não só no profissional, mas com a minha família, os meus amigos. Aproveitar os momentos, as experiências, porque esse período de pandemia tem nos afastado muito das pessoas queridas. Temos que aproveitar esses momentos porque a gente não sabe como vai ser o dia de amanhã - completou a jogadora de vôlei.

Compromissos pelo novo clube

Ela já tem um compromisso importante marcado para a próxima quarta-feira, em Roma, com a equipe do Novara: a semifinal da Copa Itália contra o Fenera Chieri. Se vencer, o Novara, garantirá vaga na decisão, que acontecerá na quinta, dia 6. A outra semifinal ainda não está definida. Este foi o terceiro ano consecutivo que a jogadora passou as festas de fim de ano na Itália.

- Não é fácil passar longe da família, mas fiquei ao lado de pessoas que amo também, das quais gosto da companhia e que me fazem sentir em casa. Elas fazem o papel de família. Procuro sempre estar com pessoas que passem boas energias, sentimentos, e amenizam um pouco a saudade de casa. Eles me ajudam a me sentir amada, querida, e a quem quero muito bem - comentou.


No campeonato italiano, o Novara segue na vice-liderança, atrás do Conegliano. A última rodada do turno, que estava marcada para dezembro, foi adiada. Já a abertura do returno acontecerá neste domingo, dia 9. O Novara vai até Florença, onde será recebido pelo Firenze. Pela Champions League, o próximo compromisso será no dia 20, em casa, contra o VK Libere, da República Tcheca. O Novara lidera o grupo C, e no jogo de ida, venceu por 3 sets a 0.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos