Futebol inglês exalta legado de Wenger após anúncio de adeus ao Arsenal

EFE

Londres, 20 abr (EFE).- O diretor-executivo da Premier League, Richard Scudamore, exaltou nesta sexta-feira o legado do francês Arsene Wenger, que anunciou mais cedo a saída do Arsenal ao fim da temporada, em dia de muitas homenagens ao campeão inglês em 1997-1998, 2001-2002 e 2003-2004.

"É difícil sintetizar a magnitude da contribuição de Arsene Wenger ao Arsenal Football Club, ao Campeonato Inglês e ao futebol, em geral, durante estes 22 anos", afirmou o dirigente.

"Todos os times de Arsene foram muitos divertidos de se ver. Seu 'Invencible', da temporada 2003-2004, é um dos melhores times da história do futebol inglês", completou Scudamore, em referência ao último campeão invicto da competição nacional.

As manifestações sobre o adeus do francês ao Arsenal vieram de diversas personalidades do futebol inglês, como o ex-jogador Gary Lineker, hoje uma das principais celebridades do jornalismo esportivo local.

"Ele deu boa parte da vida ao Arsenal. Gerou muito sucesso ao clube. Acrescentou muito ao futebol desse país. Obrigado e boa sorte, sir Wenger", escreveu o antigo camisa 10 da seleção da Inglaterra, no Twitter.

O técnico inglês Mark Hughes, do Southampton, foi outro que falou sobre a saída do comandante do time londrino, relembrando o último encontro que fizeram nesta temporada.

"Tivemos uma conversa há algumas semanas, quando jogamos no Emirates Stadium. Ele parecia muito relaxado, talvez, já sabendo que o anúncio chegaria em breve. Parecia estar de bom humor, feliz com as circunstâncias pessoais", garantiu o ex-atacante. EFE


Leia também