Ronaldo pressionou Portugal a enfrentar Azerbaijão em Turim, dizem jornais

·1 minuto de leitura
Cristiano Ronaldo em partida da Juventus

(Reuters) - Cristiano Ronaldo pressionou a seleção de Portugal a disputar a partida das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 da semana que vem contra o Azerbaijão em Turim, e o jogador deseja que a equipe use o centro de treinamento da Juventus como base, de acordo com jornais italianos.

No início deste mês, Portugal recebeu permissão para mudar o local de sua partida contra o Azerbaijão de Lisboa para Turim por causa das preocupações com o coronavírus, e vários jornais da Itália insinuaram que Ronaldo, que defende a Juventus de Turim, desempenhou um papel na alteração.

Até alguns dias atrás, Portugal estava em uma lista vermelha britânica de países atingidos pela Covid-19, o que significa que jogadores de times da liga inglesa voltando para casa teriam que cumprir quarentena em um hotel. Embora Portugal não esteja mais na lista vermelha, o confronto de quarta-feira com o Azerbaijão ainda está marcado em Turim.

Os jornais Gazzetta dello Sport e Tuttosport disseram que o maior artilheiro da história de Portugal também negociou com a Juventus para que seus compatriotas usem o centro esportivo Continassa e para que o time se hospede no J|Hotel, que fica próximo da base de treinamento.

Portugal inicia sua busca pela classificação para o Mundial do Catar do ano que vem na quarta-feira, e treinará na base Continassa nas próximas segunda e terça-feiras para enfrentar o Azerbaijão no Estádio Juventus.

A Juventus não quis comentar o envolvimento de Ronaldo quando foi abordada pela Reuters.

(Por Peter Hall)