Ronaldo e Rivaldo opinam sobre a convocação da Seleção Brasileira para a Copa do Qatar


Dois dos grandes jogadores da história do Brasil, os pentacampeões Ronaldo e Rivaldo se reuniram em um evento da "BetFair" para analisar os 26 convocados pelo técnico Tite para defender a Amarelinha na Copa do Mundo do Qatar - que se inicia em dez dias.

+ Saiba qual será a comissão técnica da Seleção Brasileira na Copa

Os campeões mundiais em 2002 fizeram suas observações sobre os nomes levados pelo comandante canarinho para o país árabe. O ex-meia destacou a ofensividade presente na lista - algo que aumenta a confiança na equipe.

- Acredito que foi uma boa convocação, o Brasil vai forte para o Mundial. Está levando vários atacantes, mostra que vai para cima, está fazendo de tudo para conquistar esse mundial. O treinador tem que escolher os melhores e seus jogadores de confiança - declarou.

Já o Fenômeno destacou que, a possibilidade da maioria dois atletas convocados por Tite exercerem mais de uma função, foi um acerto do comandante. Para ele, isso melhora a qualidade coletiva do time.

- Eu gostei muito da convocação do Tite para a Copa do Mundo. Achei muito equilibrada, ele foi coerente com tudo que fez durante os últimos quatro anos, procurou trazer jogadores com multifunções e não ficar engessado com atletas de uma função só - disse antes de completar.

- Conseguiu trazer opções, principalmente no ataque, com jogadores como Raphinha, Rodrygo, Vini Júnior, Richarlison, Gabriel Jesus, Antony, Martinelli e Neymar - analisou.

Convocação de Dani Alves

Daniel Alves - Brasil - Seleção Brasileira
Daniel Alves - Brasil - Seleção Brasileira

Dani Alves e Danilo serão os laterais-direitos da Seleção na Copa do Qatar. (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Os ídolos da Seleção Brasileira também opinaram sobre a presença de Dani Alves na Copa do Qatar. Depois de ficar fora das últimas convocações por problemas físicos, o lateral figura na lista final. Ronaldo afirmou que a experiência do atleta vai ajudar a equipe na competição.

- Acredito que vai ser uma Copa fundamental para o Daniel mostrar o seu valor e sua liderança nesse grupo. Tecnicamente a gente conhece muito bem o que ele é capaz e o que pode entregar para a seleção, principalmente essa liderança positiva que ele pode
dar ao grupo com toda sua experiência - falou o artilheiro do Mundial de 2002.

Coro reforçado por Rivaldo. O camisa dez do Penta relembrou as qualidades de Dani e a confiança que ele inspira ao técnico Tite para justificar a presença na Copa.

- A experiência vai ajudar muito, muitas vezes as pessoas vão duvidar um pouco pelo momento de não estar jogando sempre, ou por estar no Barcelona B treinando por alguns dias, mas é um jogador de confiança do Tite e do grupo também. Eu acredito que ele
vai jogar algumas partidas, pode ser até titular, pois futebol ele tem de sobra - declarou.

A Seleção Brasileira estreia no grupo G contra a Sérvia no dia 24, às 16h no Lusail Stadium. Os próximos jogos do Brasil na fase de grupos serão em 28 de novembro, às 13h, contra a Suíça, e em 2 de dezembro, às 16h, contra Camarões.