Ronaldo defende a criação da Superliga Europeia: 'Não é má ideia'

·1 minuto de leitura


Presidente do Real Valladolid, da Espanha, o ex-atacante Ronaldo Fenômeno defendeu a criação da Superliga Europeia de clubes, que fracassou logo após o anúncio em abril. Em entrevista ao "The Athletic", o brasileiro afirmou que a nova organização traria benefícios e que muitos torcedores são a favor.


- Se você olhar para a ideia da Superliga, não é uma má ideia. Os torcedores querem ver os jogos mais importantes. Os amantes do futebol, como nós, querem ver o Real Madrid jogar contra o Milan ou a Inter de Milão, Manchester City e PSG sem ter que esperar umas quartas de final ou uma semifinal para vê-los - afirmou o camisa 9 do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira.

+ Veja a tabela e os jogos da Champions League

Apesar de garantir que muitos torcedores apoiam a competição, fãs da maioria dos clubes foram contra a Superliga. Ronaldo explicou que isso só aconteceu porque a ideia foi mal explicada e que, com uma melhor organização, tudo pode ser diferente.

- Hoje a torcida está muito comprometida. Já vimos protestos contra a Superliga na Inglaterra, talvez porque foi mal explicada ou mal implementada. Acho que há potencial (para o projeto) e que, num futuro próximo, haverá inovações para clubes e torcedores. Os clubes têm de se unir para melhorar o nosso produto, oferecer melhores condições, propor os melhores jogos.

+ Cristiano Ronaldo passou Messi! Saiba quem são os 10 jogadores mais bem pagos do mundo

Recentemente, a revista alemã "Der Spiegel" revelou que Barcelona, Juventus e Real Madrid, clubes dissidentes à Uefa, ainda não desistiram da criação do torneio e estão articulando nos bastidores uma nova ofensiva contra a entidade máxima do futebol europeu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos