Ronaldo: 'O Barcelona não me valorizou como eu pensava'

Ronaldo comemora gol marcado pelo Barcelona em 1996 (AP Photo/Denis Doyle)
Ronaldo comemora gol marcado pelo Barcelona em 1996 (AP Photo/Denis Doyle)

Ronaldo, lenda brasileira, revelou que concordou em assinar um novo contrato para permanecer no Barcelona em 1997. O atacante, em entrevista ao DAZN da Itália, afirmou que o clube não o valorizou e que estava feliz na cidade.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

- Assinei uma renovação de contrato no final da temporada e fui embora com a seleção brasileira. Cinco dias depois, eles me ligaram para dizer que eu não poderia renovar. Nunca esteve em minhas mãos. Eu queria ficar. Se o clube não me valorizou como eu pensava, a decisão não estava em minhas mãos. Eu gostaria de ter ficado, mas não dependia de mim - revelou.

O colapso nas negociações levaria a uma mudança recorde na Inter de Milão, antes de retornar à Espanha, em 2002, para se juntar ao Real Madrid, principal rival do Barcelona.

Leia também:

Ronaldo marcou 47 gols em 49 jogos em seu único ano em Barcelona. Cinco temporadas em Madri trariam 177 jogos, 104 gols e um título na Liga Espanhola.

- Joguei ao lado de Roberto Carlos pelo Brasil, e ele me contou tudo o que Madrid representava e o que experimentaria lá. Isso ficou na minha mente e, depois de alguns anos, eu queria ver com meus próprios olhos. Vim para Madri e era ainda maior do que Roberto me dissera, maior do que eu podia imaginar. É o Real Madrid. Há uma grande expectativa e muita pressão. Existem também, é claro, os melhores jogadores do mundo. Fiquei encantado ao descobrir que era um clube tão grande e que eu poderia ajudar o clube a ser ainda maior - comentou.

Ronaldo também falou sobre os 'galáticos' do Real.

- Havia muita expectativa sobre esse grupo de 'galáticos'. No final, exibimos muita habilidade, fomos uma geração vencedora e mudamos a maneira de fazer negócios no futebol. Desde então, todos os clubes geraram mais dinheiro e venderam melhor seus jogadores. Essa foi a grande mudança em uma nova era do futebol - disse.

Ao ser perguntado sobre sua melhor fase, o atacante se esquivou e disse que gostou de todas.

- Não sei dizer qual versão minha foi a melhor. Eu gostei de todos (os times), é claro. Adoro jogar futebol e adoro futebol. Eu acho que é mais uma pergunta para os fãs. Tentei ser o melhor que pude ao longo de toda a minha carreira - concluiu.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também