Ronaldo 'Jacaré' critica chance dada a Adesanya e responde Anderson Silva

AgFight

Israel Adesanya e Kelvin Gastelum foram oficializados para duelo válido pelo cinturão interino dos pesos-médios (84 kg) em abril, o que rapidamente gerou insatisfações entre outros pretendentes ao cargo de desafiante ao cinturão. Ronaldo ‘Jacaré’, por exemplo, não escondeu a surpresa com o cenário de sua divisão e garantiu que o jovem nigeriano não merecia uma chance pelo título sem antes enfrentar lutadores mais bem ranqueados.

Direto do Instituto de Performance do UFC, em Las Vegas (EUA), o brasileiro definiu a escalação de Adesanya para o combate contra Gastelum como “um absurdo”. Na sequência, Jacaré fez questão de transmitir seu descontentamento ao presidente do Ultimate. Mas, de acordo com o lutador, Dana White nada fez para melhorar seu cenário,

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“A escolha pelo Adesanya é um absurdo, ele não bateu nenhum top 5 da categoria. Eu falei para o Dana White isso, ele não me respondeu nada. Infelizmente são ‘business’, né? O pessoal está visando muito – não sei – outra coisa que não é o ranking. Eu trabalho nessa empresa, então não posso fazer muita coisa, tenho que mostrar meu trabalho dentro do octógono, vencer. E se um dia eles quiserem, podem me colocar para lutar pelo cinturão”, desabafou Ronaldo, antes de projetar um possível embate contra Israel.

“A realidade é que não (ele vencer o Anderson não devia credenciar ao título). Bota ele na minha mão para ver o que acontece. Não vai ter nem luta, vou chegar lá e vou passar por cima, essa é a realidade”, completou, durante entrevista exclusiva à Ag Fight (veja aqui ou clique abaixo).

Na mesma conversam ‘Jacaré’ também comentou sua recente polêmica que envolveu Anderson Silva. Isso porque o especialista de jiu-jitsu não concordou com a chance de disputar o cinturão que ‘Spider’ teria caso vencesse Adesanya. O ex-campeão por sua vez se mostrou surpreso com as declarações de Ronaldo, até por conta do passado entre os dois – quando eram companheiros de treino.

Na ocasião, Anderson rebateu o amazonense ao citar que defendeu Jacaré por diversas vezes no UFC, a ponto de bater de frente com Dana White. No entanto, de acordo com Ronaldo, foi ele quem mais ajudou o Spider durante sua carreira, e não o contrário.

“Há muito tempo atrás eu falei algumas coisas que foram pesadas. Eu mesmo cheguei para o Anderson e falei: ‘Desculpa aí’. Eu me exaltei, o erro foi meu, sou bastante direto para falar as coisas que tenho que falar. Naquele momento, acho que as minhas palavras foram um pouco duras, mas falei a verdade em todo momento”, relembrou o atleta da ‘Fusion X-Cel’, antes de narrar a forma com que ajudou Silva.

“Em relação ao Anderson, eu o ajudei, eu que ajudei ele. Ajudei contra o Demian, contra o Thales, para o Forrest Griffin e para outros atletas. Eu estava lá dentro da academia para ajudá-lo nesses momentos. Então em relação a ajudar, eu o ajudei, essa é a realidade. Se ele me ajudou eu não sei. E ele não pediu nada de absurdo, porque eu sempre mereci lutar pelo cinturão”, concluiu Jacaré, em conversa com a Ag Fight.

Aos 39 anos, Ronaldo ocupa atualmente a terceira posição do ranking dos médios. A sua frente estão apenas Yoel Romero – que já disputou o cinturão duas vezes – e Luke Rockhold, que anunciou que vai subir para os meio-pesados (93 kg). Portanto, ao menos na teoria, o brasileiro está próximo de disputar o título, mas na prática o cenário tem sido diferente para Jacaré no UFC.

Leia mais:

UFC anuncia Overeem x Volkov para evento na Rússia
Aldo minimiza título interino do UFC
Belfort recorda nocaute no UFC Brasil 1 e desafia Wanderlei para novo duelo

 

 

 

Leia também