Ronaldinho quebra silêncio e se pronuncia após morte da mãe: 'Foi inspiração de força e alegria'

LANCE!
·1 minuto de leitura

Na noite de sábado, a Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho, acabou não resistindo a sua luta contra o Covid-19 e faleceu aos 71 anos de idade em um hospital de Porto Alegre. Três dias depois, ex-jogador resolveu falar.

Em um post no Instagram, Ronaldinho Gaúcho emitiu um breve comunicado e agradeceu às mensagens que vem recebendo nos últimos dias pela morte de sua mãe, que era sua maior inspiração. 

Leia também:

- Eu e minha família agradecemos a todos vocês o carinho e apoio que estamos recebendo momento tão difícil. Minha mãe foi inspiração de força e alegria para todos que a conheceram e vai continuar exercendo sua luz em nossas vidas para sempre. Com a garra que ela nos ensinou, vamos continuar nossa caminhada. Obrigado - afirmou. 

Aos 71 anos de idade, Miguelina estava internada em um hospital de Porto Alegre desde dezembro, quando foi diagnosticada com a doença. Seu corpo foi sepultado no domingo em cerimônia para família e amigos.