Ronaldinho conta sobre vida na pandemia e carinho com Barça

Ronaldinho Gaúcho está fazendo sua quarentena em um luxuoso hotel de propriedade do Barcelona em Assunção. O brasileiro está no Paraguai por conta da suposta entrada no país com documentos falsos. Em entrevista ao “Mundo Deportivo”, o ex-jogador contou que está sendo bem tratado, revelou que consegue manter uma rotina de atividades físicas diárias, apesar dos dias serem longos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

- Aqui no Palmaroga Hotel temos um excelente tratamento. Temos tudo bem ordenado, somos muito calmos e eles fazem de tudo para passar da maneira mais agradável possível. Faz sessenta dias. As pessoas em suas casas devem imaginar como deve ser não poder fazer o que você está acostumado. Eu acho que é algo que permanecerá para sempre em todos nós depois de viver essa experiência complicada.

Leia também:

Devido a pandemia do coronavírus, o campeão do mundo acredita que o futebol não será, em um primeiro momento, como era antes da COVID-19.

- Vivemos uma pandemia que nos faz pensar na próxima temporada. Não ter partidas por tanto tempo, imaginar estádios vazios e não ter a energia dos torcedores. Vamos ter que nos adaptar a essa nova normalidade. Falar sobre gestão de negócios não é para mim, mas o esforço deverá ser maior para manter o clube no mesmo nível.

Para além dos problemas sanitários que o mundo está passando, Ronaldinho também comentou sobre sua relação com o Barça e guarda momentos inesquecíveis.

- Eu e o Barcelona estamos unidos para sempre. Será sempre minha segunda cidade. É o clube mais incrível e os torcedores vivem no fundo do meu coração. Minha história toda foi linda com o Barça. Foram muitos títulos e partidas mágicas.

O ex-jogador espera que a situação da pandemia na América do Sul melhore para que todos possam voltar a ter uma vida próxima do normal de forma gradual. Enquanto isso, o craque permanece no Paraguai a disposição da autoridades do país para prestar esclarecimentos dos fatos que o levaram a prisão no país em março.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também