Ronald Koeman rebate críticas de Quique Setién sobre Messi: 'Não tenho dificuldades para controlá-lo'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Na véspera do duelo do Barcelona contra o Dínamo de Kiev, pela Liga dos Campeões, o técnico Ronald Koeman falou em entrevista coletiva e disse o que espera da partida contra os ucranianos. No entanto, o treinador também rebateu as falas de Quique Setién, ex-comandante do Barça, sobre Messi.


Em entrevista ao jornal "El País", Setién afirmou que o argentino é difícil de ser controlado, especialmente por seu tamanho e tudo o que representa para o esporte.

- É verdade que existem jogadores que são difíceis de controlar, entre eles Messi, é verdade. Mas devemos também ter em mente que ele é o melhor jogador de futebol de todos os tempos. E quem sou eu para mudá-lo? Se o aceitaram durante anos como ele é e não o mudaram... - disse Setién.

Nesta terça-feira, Koeman respondeu e disse que não tem nenhum problema com seu camisa 10. Segundo o holandês, a relação com o maior ídolo do Barcelona é boa e os dois conversam regularmente.

- Para mim o Messi é um jogador muito bom, o melhor do mundo. Todos os dias vejo a sua ambição e o seu caráter vencedor. Não tenho dificuldade em controlá-lo. Para mim é o capitão, converso com ele todas as semanas sobre coisas do campo e do vestiário. Não concordo com isso (fala do ex-treinador), mas respeito Setién. Se ele pensar assim, será assim para ele - disse Koeman.

Sobre a partida diante do Dínamo de Kiev, Koeman afirmou que a postura de sua equipe será de buscar a vitória a todo o momento e que este é o desejo do Barcelona.

- Os objetivos são os mesmos: jogar bem o futebol e criar opções. É preciso vencer os jogos em casa. Por enquanto, queremos continuar nesse sentido, vencer os jogos da Champions League.