Romildo sobre vacinas da Conmebol: 'O futebol não pode ser priorizado'

LANCE!


Nesta terça-feira, a Conmebol anunciou que recebeu doação de 50 mil doses da Coronavac para vacinar os profissionais do futebol.

+ Veja 30 astros que jogaram por times do Nordeste e você não lembra

Apesar da atitude da entidade, que vai iniciar o processo de imunização da classe, o presidente Romildo Bolzan não vê com tantos bons olhos a situação.

'O futebol, mesmo com todos os ajustes, não pode ser priorizado em relação a diversas categorias que hoje são muito mais importantes e necessárias para o retorno à normalidade', afirmou na coletiva.