Romildo Bolzan sobre rebaixamento do Grêmio: 'Estou no fundo do poço'

·1 min de leitura
Romildo Bolzan é o presidente do Grêmio (Foto: Félix Zucco /Agencia RBS)


Após 16 anos, o Grêmio está de volta a Série B do futebol brasileiro e o trabalho para regressar à elite será pesado nos próximos meses.

+ Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

Em conversa com o ge, o Romildo Bolzan abriu o jogo e deixou claro que, se pudesse, teria tomado algumas decisões diferentes ao longo do ano.

‘Poderia ter feito, mas não cabe aqui. Se eu disser alguma coisa nesse sentido, vou polemizar uma situação que poderia justificar algumas coisas, mas poderia comprometer outra. Não estou disposto mais a este tipo de coisa. Já paguei toda minha conta, já estou por baixo, no fundo do poço e agora estou no momento de amargura. Na verdade, tenho que trabalhar intensamente para um contexto de recuperação de elenco, sabendo que algumas coisas poderiam não ter acontecido e aconteceram em 2021. Que não se repita em 2022’, declarou.

Abalado pelo rebaixamento, o mandatário revelou que seus dias tem sido mais complicados por conta da situação do Tricolor.

‘Me confesso muito abatido, muito entristecido, meu sono tem sido muito leve. Me acordo com dor, amargurado, angustiado. Porque coloco em mim a responsabilidade de tudo isso’.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos