Romário sofre penhora da Justiça para pagamento de indenização a ex-presidente da CBF

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Romário teve R$ 23 mil penhorados à ordem da Justiça de São Paulo para o pagamento da indenização a Marco Polo Del Nero. O ex-jogador foi condenado por danos morais contra o ex-presidente da CBF, mas não depositou o montante dentro do prazo protocolado pelo órgão. A informação foi publicada pelo 'Uol'.

Tudo começou em 2017. Na época, Romário - ao vivo no 'Bem, Amigos', do SporTV - chamou Del Neto de "mau-caráter", "corrupto", "safado" e "ladrão". Segundo o portal, o cartola pondera que o senador versou sobre ele com o intuito de comprometer sua imagem e que não existe justificativa para "uma adjetivação tão pesada". Del Neto ainda afirma que as declarações de Romário foram motivadas por uma espécie de rancor do político ao ter o pedido de controlar a seleção feminina do país negado pela cúpula da CBF.

+ Veja a posição do seu time no Brasileirão!


Em contrapartida, os advogados de Romário se escoram na imunidade parlamentar do senador, e que as aspas do ex-jogador foram embutidas em um contexto de CPI do futebol. A defesa também afirma que ele não teve a intenção de ofender a honra do ex-presidente da CBF.

- Nessa entrevista, o senador, como presidente da CPI, relatou quais foram os desfechos e conclusões que ocorreram na comissão e [explicou] por que não houve indiciamento de nenhum dos investigados - disse a defesa de Romário, em documento que o 'Uol' teve acesso.

Del Nero foi banido do futebol a mando da Fifa seis meses depois dos ataques de Romário. O cartola foi indiciado por corrupção.

A ordem de penhora foi dada pelo juiz Regis de Castilho Barbosa Filho, da 41ª Vara Cível de São Paulo. Romário chegou a recorrer da decisão, alegando que a quantia penhorada era referente à cota parlamentar e, por isso, não poderia ser bloqueada. O apelo, porém, foi negado, e o senador não pode mais recorrer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos