Romário garante que foi melhor que Messi e Maradona e se imagina com Neymar na Seleção de Tite

Romário, sempre polêmico, afirmou que a Seleção Brasileira voltou a dar gosto na torcida. Além disso, o Baixinho, hoje aposentado, afirmou que dentro da área, foi melhor que Maradona e Messi. Além disso, disparou que se jogasse ao lado de Neymar, hoje, na equipe comandada por Tite, "faria gol pra c....".

O hoje senador, revelou também que quase disputou o Mundial de Clubes de 1999, pelo Palmeiras, em que o Verdão perdeu para o Manchester United. Ele também repetiu a história de que quase jogou no Corinthians no passado.

"Se for colocar dentro da área, fui bem melhor que os dois. O Messi agora, hoje. Mesmo pensamento. Dentro da área, fui bem melhor que ele – com todo o respeito e humildade", disse Romário à FOX Sports.

"A Seleção tá muito bem montada. Hoje, o brasileiro voltou a sentir o gostinho de ver a Seleção jogar. Eu nesse time aí, junto com Neymar principalmente, com essa garotada correndo, faria gol pra c...", acrescentou ele.

Romário Barcelona x Real Madrid

(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:

Outros trechos da entrevista:

Possível acerto com Palmeiras e Corinthians

"O Felipão era o técnico. Eu cheguei a falar com o Paulo Paixão (preparador físico), por telefone. Houve essa possibilidade. Mas assim, futebol paulista, o lugar que eu estive mais próximo de jogar foi o Corinthians. Estava aquele iraniano lá (Kia Joorabichian), o Andrés Sanchez estava começando. Chegou bem próximo".

Polêmica no avião e sesentendimentos com Felipão

"Me f*di três vezes. Não comi a aeromoça, não conversei com o Felipão e não fui para a Copa (de 2002). Quem me dedurou e falou que eu passei a noite com a aeromoça foi um cara da comissão técnica. Duas pessoas da comissão técnica também falaram que eu não tinha feito isso".

Romário | Brasil

(Foto: Getty Images)

"Não sou mais diabético"

"Eu estou ótimo. Hoje é dia 24 (de abril), faz exatamente cinco meses da minha cirurgia (interposição ileal), dia 24 de novembro. Eu estava com a glicose de 400 mg/dl, já estava incomodando minha visão. Hoje minha glicose é 85 mg/dl, 90 mg/dl. Não sou mais diabético. Cheguei a perder um total de 22 kg. Apareceram umas fotos na internet realmente estranhas, até eu me preocupei. Será que sou eu mesmo?".

Neymar melhor do mundo?

"Eu acredito que está chegando a hora do Neymar. O Neymar, para mim, tem feito grandes partidas no Barcelona e na seleção brasileira. O Messi tem qualidade? Tem. Mas se você colocar o que ele faz no Barcelona e na Argentina, que está longe do que ele faz no Barcelona, isso tem que pesar. A forma que a Fifa escolhe o seu melhor, se continuar da forma que é, talvez demore um pouco para o Neymar".

O futebol hoje é mais físico?

"Dá para notar que, hoje, a parte física faz muita importância. Tem muita diferença. Hoje, se eu estivesse jogando, independente da idade, mesmo os meus treinos, talvez o rendimento fosse diferente daquela época. Hoje a parte física está acima da parte técnica. O Cristiano Ronaldo é tido como um dos melhores do mundo – eu não compartilho (dessa opinião), longe de ser como o Messi, o Neymar. Mas ele diz: se não treinar, não acontece".

Johan Cruyff, maior treinador de todos os tempos

"Foi o maior treinador de todos os tempos, na minha opinião e de muitos que o conheceram. Ele era um cara comigo sensacional. Muitas pessoas achavam que a gente, pela forma objetiva de ser, tinha problemas de relacionamento. Pelo contrário. Foi um cara que me ensinou muito, um cara que mudou a forma do futebol. Se o Barcelona joga hoje, e muitos clubes jogam como o Barcelona, chama-se Johan Cruyff o cara que fez isso tudo".